Header Ads Widget

Responsive Advertisement

FÁBIO FORA DOS PLANOS DO CRUZEIRO DEIXA TORCIDA INDIGNADA, TORCEDORES SE MOSTRAM INSATISFAÇÃO NAS REDES SOCIAIS



Uma notícia bombástica. Bicampeão brasileiro e tricampeão da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, o goleiro Fábio anunciou na noite desta quarta-feira (5) que vai deixar o time celeste. O camisa 1, por meio de seu Instagram, publicou uma carta dizendo que a nova diretoria do clube não deseja renovar o seu vínculo contratual.


O jogador que está há 18 anos no clube iniciou o comunicado pedindo desculpas ao torcedor celeste. Em seguida ele afirma que tentou permanecer no clube, mas que em nenhum momento a nova gestão deu a ele a chance de continuar.

"A renovação do meu contrato foi acertado com o clube, através do Presidente Sérgio Rodrigues em novembro de 2021, que inclusive anunciou publicamente faltando apenas as assinaturas dos documentos negociados. Mas esta nova administração não deu mais essa opção", lamenta.

Fábio ressaltou que estava disposta a aceitar uma redução salarial para permanecer defendendo a camisa celeste. "Quero deixar claro que aceitaria a readequação ao novo teto salarial, mas a nova administração também não me deu essa opção. Sempre estive pronto para ajudar o Cruzeiro, inclusive me readequando a nova realidade, o que já fiz em outros momentos de dificuldade do Clube", reforça.


Ao longo da carta, o ídolo cruzeirense relembra sua trajetória vitoriosa e agradece o apoio e o carinho dos torcedores. "O Cruzeiro sempre foi para mim muito mais que meu trabalho, foi minha casa, minha família, minha vida. Estive com vocês em todos os momentos, com muita alegria, com muita paz e com muito prazer em trabalhar. 

Fiz tudo dentro e fora de campo para que de minha parte não faltasse empenho necessário no objetivo de retornar a série A", conta.

O goleiro ainda que durante suas férias, no último dia 28 de dezembro, recebeu um comunicado da diretoria pedindo uma reunião assim que ele retornasse. Segundo ele, estava aberto a ajudar o clube, no entanto, o atleta foi surpreendido a notícia de que o Cruzeiro não contava com ele desportivamente para a próxima temporada. 

Ele contou que no encontro estavam presentes o diretor executivo Pedro Martins e Gabriel Lima, representando a atual gestão. Contudo, foi seu ex-companheiro de clube, o diretor de futebol Paulo André, quem teve uma atitude que o deixou surpreso.


"Paulo André que estava na sala ao lado, não teve nem sequer a consideração de me cumprimentar, sendo ele um ex-companheiro de clube", afirma.

O camisa 1 disse que seu único pedido era que um novo contrato, com encerramento em dezembro de 2022, fosse firmado. Mas os dirigentes ofereceram apenas um acordo de mais três meses.

"Me disseram que qualquer outro cenário estava inviabilizado e que eu não faço parte do planejamento desportivo para 2022. 

Os 3 meses que me ofereceram só aumentariam a minha dor da despedida, ajudar a levar o Cruzeiro de volta para a série A era meu maior sonho, queria muito tentar, muito mesmo, dói escrever isso, me perdoem de coração por não ser possível, sei a dor que eu e 9 milhões de torcedores passamos, dando nossas lágrimas, nosso suor e nossa torcida e dedicação para voltarmos ao lugar de merecimento da grandeza do Cruzeiro", desabafa.


Fábio critica ainda a SAF (Sociedade Ânonima do Futebol) e afirma que a gestão quer encerrar sua carreira imediatamente. "Mesmo estando em plenas condições físicas e técnicas para continuar jogando em alto nível e ajudando o Cruzeiro. Somente Deus pode determinar nosso tempo", pontua.

"Informo a vocês, com o coração apertado, com lágrimas e dor que eu preciso aceitar que não contam comigo no clube", encerra a carta emotiva publicada pelo jogador.

Torcida organizada do Cruzeiro marca protesto na Toca II e na Praça Sete contra a saída de Fábio

Uma das maiores torcidas organizadas do Cruzeiro convocou seus membros e demais torcedores cruzeirenses para participarem de um protesto contra a saída do goleiro Fábio. A manifestação vai ocorrer nesta quinta-feira (6) na Toca da Raposa II e na Praça Sete, no Centro de Belo Horizonte.


A Máfia Azul irá realizar o protesto na Toca da Raposa às 13h. Já na Praça Sete, o movimento deve começar às 17h. A torcida pede que os condutores da SAF Cruzeiro voltem atrás na saída de Fábio. Os organizadores pediram para que os cruzeirenses levem “foguete, sinalizador e bomba”.


Postar um comentário

0 Comentários