Atlético aguarda resposta da CBF para saber se Cazares poderá enfrentar Flamengo - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES

Breaking

terça-feira, 9 de maio de 2017

Atlético aguarda resposta da CBF para saber se Cazares poderá enfrentar Flamengo



Após ser decisivo na vitória sobre o Cruzeiro, nesse domingo, no Independência, ao dar um passe açucarado para Elias marcar o segundo gol do Atlético, o meia Cazares ainda não sabe se poderá estar em campo na estreia do Galo no Campeonato Brasileiro, no próximo sábado, às 16h, contra o Flamengo, no Maracanã.

Cazares foi expulso na 36ª rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado, no empate por 3 a 3 com o Santa Cruz, no Recife, após dar um soco em Jadson. Julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o equatoriano pegou quatro jogos de suspensão, mas o Atlético recorreu e conseguiu reduzir a pena para duas partidas.

O problema está no cumprimento do último jogo da pena. O armador cumpriu o primeiro jogo de gancho no duelo seguinte, na derrota para o São Paulo, pela penúltima rodada, e o segundo seria no confronto contra a Chapecoense, na última partida do Brasileirão, que não aconteceu devido à tragédia com o avião do time catarinense.

Para conseguir que Cazares entre em campo no próximo sábado, o departamento jurídico do Atlético entrou em contato com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para que a entidade considere como sendo o segundo jogo de suspensão a partida contra a Chapecoense, já que houve W.O. duplo, ou que a pena seja convertida em ação social.

No entanto, segundo a assessoria de imprensa do clube alvinegro, já foram feitos três contatos com a CBF, a última há 15 dias, mas a entidade ainda não respondeu. Em contato com a Itatiaia, o diretor jurídico do Atlético, Lásaro Cândido Cunha, se mostrou otimista e acredita que Cazares será liberado para entrar em campo diante do Flamengo, no Maracanã, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro 2017.

Erazo fora da estreia no Brasileirão

Se Cazares ainda não sabe se poderá jogar, o zagueiro Erazo é ausência certa contra o Flamengo. O defensor equatoriano terá que cumprir dois jogos de suspensão por ter sido expulso no segundo jogo da final da Copa do Brasil, no empate por 1 a 1 com o Grêmio, em Porto Alegre. No fim da partida, o camisa 4 entrou em luta corporal com o uruguaio Kannemann, na área do Tricolor, e levou o cartão vermelho.

No primeiro julgamento, Erazo teve a pena estipulada em quatro jogos, mas o Atlético conseguiu reduzi-la para duas partidas a serem cumpridas na próxima competição organizada pela CBF. O zagueiro, no entanto, não deve fazer falta ao Galo, já que vem figurando na reserva desde que se recuperou de lesão. Para a finalíssima do Campeonato Mineiro, no domingo, o equatoriano sequer foi relacionado pelo técnico Roger Machado. Porém, o motivo não foi técnico ou físico, mas porque o jogador foi parar na delegacia acusado pela esposa de agressão na última sexta-feira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário