Nepomuceno diz que oscilação do time fez Roger cair; novo treinador segue indefinido - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES

Breaking

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Nepomuceno diz que oscilação do time fez Roger cair; novo treinador segue indefinido


Duas horas após oficializar a demissão do técnico Roger Machado, o presidente do Atlético, Daniel Nepomuceno, fez um pronunciamento, abrindo para apenas três perguntas dos jornalistas, para explicar os motivos da saída do treinador e sobre o novo comandante. 

O dirigente afirmou que a oscilação do time foi a principal razão para a queda de Roger. Em relação ao novo treinador, Nepomuceno ressaltou que não teve tempo de pensar em um nome garantindo somente que o anúncio não sairá nesta quinta-feira.

“É uma tarefa muito difícil demitir alguém. O Roger é uma pessoa séria, trabalhou bastante para que a gente conseguisse os resultados. Infelizmente, futebol é resultado. Pelo investimento que foi feito, não poderíamos ficar oscilando como oscilamos tanto neste semestre. O Estadual foi bom, mas temos objetivos maiores neste ano. Essa insegurança, e principalmente não encontrar soluções nas últimas semanas para as oscilações, foram o que fizeram eu tomar a decisão”, declarou.

“Ainda não contatei ninguém, não vou dar essa resposta hoje, mas vai ser o mais rápido possível. A decisão [de demitir Roger] foi tomada pela manhã, depois de muita reflexão. Até por respeito, anuncio que não virá um nome para o Atlético hoje [quinta-feira]”, completou o presidente.

Enquanto o Atlético não define o nome do novo treinador, o auxiliar técnico da comissão fixa do clube, Diogo Giacomini, assume o comando do time. Ele, inclusive, dirigiu o treino desta quinta-feira, na Cidade do Galo.

Nepomuceno disse ainda que assume a responsabilidade pela irregularidade do time neste ano, mas frisou que divide as falhas com os jogadores e com Roger. “Se hoje cometemos alguns erros, eles são bem divididos entre o elenco, o presidente e a comissão técnica”, observou o mandatário, que informou que teve uma mais uma conversa com o elenco.

“Tive outra conversa com os jogadores, já tínhamos nos reunido na semana passada, há duas semanas, e falei que não poderíamos mais errar, mas infelizmente os erros aconteceram e a gente espera resolver a situação o mais rápido possível”, acrescentou.

O presidente alvinegro também avaliou a montagem do elenco, principalmente do ataque, que conta com jogadores de idade avançada, como Fred e Robinho.

"A gente, além de ter mantido Otero, Cazares, Fred, não considero o ataque fraco. Temos Robinho, Valdívia, entre outros que compõem o meio-campo. Não posso responsabilizar os jogadores pelos jogos que não ganhamos. Eu vi muito o fato de querer achar um responsável. Colocaram dúvidas em volantes, zagueiros, agora em Robinho e Fred. Gosto do elenco. Foram nove contratações, tivemos gratas surpresas com revelações da base”, frisou.

A má campanha em casa no Campeonato Brasileiro, a terceira pior com 33,3% de aproveitamento, também foi abordada pelo presidente, que cobrou também do elenco. “A obrigação é minha e deles [jogadores] de melhorar esses números, principalmente em casa. O mais grave é achar normal perder os pontos em casa", finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário