Com gol de pênalti polêmico, Atlético bate Tombense no Horto e garante 3º lugar - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

domingo, 11 de março de 2018

Com gol de pênalti polêmico, Atlético bate Tombense no Horto e garante 3º lugar



Em um jogo fraco tecnicamente, os reservas do Atlético suaram, mas venceram o Tombense por 1 a 0, neste domingo, no Independência, na última rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro. Com a proximidade do jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil contra o Figueirense, marcado para a próxima quarta-feira e o time garantido antecipadamente nas quartas de final do Estadual, o técnico Thiago Larghi optou por poupar todos os titulares.

O único gol da partida foi marcado pelo lateral-esquerdo Danilo, aos 14 minutos do segundo tempo, em cobrança de pênalti polêmico marcado pela arbitragem.

Luan pegou rebote na entrada da área e bateu para o gol e a bola bateu na junção entre o ombro e o braço do jogador do Tombense. Para complicar ainda mais, o árbitro Felipe Fernandes de Lima demorou um pouco para apitar a penalidade gerando muita reclamação dos atletas da equipe do interior.

Polêmicas de arbitragem à parte, com a vitória, o Atlético foi a 18 pontos e garantiu o terceiro lugar na fase de classificação do Estadual tendo a vantagem de jogar em Belo Horizonte nas quartas de final. O adversário do Galo será a URT, que ficou na sexta posição, com 15 pontos.

Já o Tombense terminou a primeira fase na quinta posição, com 15 pontos, e irá enfrentar nas quartas de final o Tupi, que ficou na quarta colocação, com 16. Como a equipe de Juiz de Fora teve a melhor campanha, o confronto será disputado no estádio Mário Helênio.

  • O JOGO

O Atlético demorou a engrenar e quase foi vazado aos 15 minutos, quando Everton apareceu livre na grande área, mas finalizou muito mal, por cima do gol. 

Aos poucos, porém, o setor ofensivo atleticano, formado por Tomás Andrade, Luan, Marco Túlio e Alerrandro começou a produzir lances perigosos. Foi em uma jogada individual do argentino que o time quase marcou aos 17. E aos 23, em boa trama que envolveu Alerrandro e Marco Túlio, Luan chutou para fora.

 CLÍNICA VIDA NOVA SAÚDE

Não era, porém, uma presença intensa no ataque, tanto que o Atlético só voltou a ameaçar o Tombense nos minutos finais, ainda que em lances quase seguidos. No primeiro, Alerrandro completou para fora um cruzamento de Tomás Andrade. Depois, o chute de Marco Túlio foi bem defendido por Darley. E o time ainda levou um susto no último lance da etapa inicial, após vacilo do meia-atacante argentino e finalização de Natan. 

Se o primeiro tempo não empolgou o torcedor, a etapa final teve um início ainda pior, com muitos erros das equipes. Até que a arbitragem marcou pênalti para o Atlético após finalização que explodiu no braço de Anderson, em decisão polêmica. Danilo executou a cobrança com força, no canto direito, e colocou o time em vantagem. 

O gol não mudou o cenário do jogo, disputado em ritmo lento e que só teve momentos perigosos em jogadas de bola parada. Assim, sem empolgar ninguém, os reservas atleticanos asseguraram o magro triunfo por 1 a 0.

  • ATLÉTICO 1 X 0 TOMBENSE

FICHA TÉCNICA

Motivo: Campeonato Mineiro (11ª rodada)
Data: 11/03/2018
Hora: 17h
Estádio: Arena Independência
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Gol: Danilo (14’ – 2ºT)
Público: 16.668
Renda: R$111.776,00
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (CBF)
Auxiliares: Marcus Vinícius Gomes (CBF) e Augusto Magno Ramos (CBF)
4º Árbitro: Wagner Ferreira de Souza (FMF)
Cartões amarelos: Samuel Xavier (Atlético); Wellington, Cassio Ortega, Caio Cézar, Anderson (Tombense)

Atlético
Cleiton; Samuel Xavier, Maidana, Matheus Mancini e Danilo, Arouca, Gustavo Blanco, Luan, Tomás Andrade, Marco Túlio (Bruno Roberto), Alerrandro (Carlos).
Técnico: Thiago Larghi.

Tombense
Darley, David, Wellington, Anderson, Bruninho, Natan (Welber), Cassio Ortega, Felipe Baiano, Caio Cézar, Everton (Mayron), Rubens (Adriano).
Técnico: Ramon Menezes.

Veja mais: