América perde para São Paulo, e vê fim da invencibilidade em casa no Brasileirão - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

segunda-feira, 28 de maio de 2018

América perde para São Paulo, e vê fim da invencibilidade em casa no Brasileirão


(Foto: Mourão Panda / América)

Até então 100% em casa no Campeonato Brasileiro, o América viu cair a invencibilidade diante da torcida neste domingo. Após um bom primeiro tempo, onde saiu atrás no placar e reuniu forças para buscar o empate logo em seguida, o Coelho caiu de rendimento na etapa final e perdeu para o São Paulo por 3 a 1, no Independência, em duelo válido pela sétima rodada.

Rafael Moura marcou o único gol do América na partida. Diego Souza e Nenê, em cobranças de pênalti e de falta, deram a vitória ao Tricolor e tiraram os 100% de aproveitamento que o Coelho tinha no Horto.

Com o resultado, o América caiu para a 11ª posição, com dez pontos. Já o São Paulo entrou no G4, com 13, e segue sendo o único time invcto no Brasileirão.

O Coelho tentará a reação na próxima quinta-feira, às 18h, quando vai a Itaquera para encarar o Corinthians. Já o São Paulo recebe o Botafogo, na quarta, às 21h, no Morumbi.

O jogo

O São Paulo se empenhou na busca pela primeira vitória fora de casa pelo Brasileirão e começou o jogo em ritmo forte. Um contra-ataque bem armado, aos sete minutos, começou com Nenê, teve assistência de Everton e acabou com o gol de Diego Souza.

Porém, como o América empataria quatro minutos depois, com Rafael Moura, deixou o jogo equilibrado.  

Como os dois times marcavam mal no meio de campo, os espaços apareciam com facilidade e as equipes tinham boas chances.

O América conseguiu outras duas finalizações perigosas antes do intervalo com Rafael Moura. O São Paulo perdeu posse de bola, porém contou com a boa presença do goleiro Sidão e a efetividade no ataque. No lance final da primeira etapa, o tradicional empurra-empurra dentro da área rendeu um pênalti no zagueiro equatoriano Arboleda. Nenê converteu e recolocou o time na frente em Belo Horizonte.

Como a postura deu certo, o São Paulo tentou manter a cartilha no segundo tempo. A estratégia era administrar a vantagem com a espera pelo América. O time da casa tinha a bola e encontrava espaços, mas carecia de qualidade para finalizar. Uma saída erra de Sidão, por exemplo, terminou com a cabeçada de Serginho para fora, mesmo com o gol vazio.

A equipe paulista parecia segura da estratégia de saber suportar a pressão e procurar definir o jogo. Aos 15 minutos, o time sofreu falta em uma contra-ataque. Nenê cobrou com precisão, como nos melhores tempos de Rogério Ceni, e ampliou para 3 a 1.

Depois disso, a partida ficou sob domínio do São Paulo. A equipe não correu mais tanto riscos e controlou o jogo como se apreciasse o esperado resultado de ganhar como visitante.

América 1 x 3 São Paulo

América: Jori; Norberto, Messias, Matheus Ferraz e Giovanni; Leandro Donizete, Juninho, Aderlan (Ademir) e Serginho; Luan (Ruy) e Rafael Moura (Judivan). Técnico: Enderson Moreira

São Paulo: Sidão; Éder Militão, Arboleda e Bruno Alves; Reinaldo, Jucilei, Hudson, Araruna (Valdívia), Nenê e Everton (Liziero); Diego Souza (Tréllez). Técnico: Diego Aguirre

Motivo: 7ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 27 de maio de 2018, domingo, às 19h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Diego Souza (9’/1º), Rafael Moura (11’/1º), Nenê (pênalti - 48’/1º e 17’/2º)

Cartão Amarelo: Matheus Ferraz, Giovanni, Aderlan e Ademir (América); Éder Militão (São Paulo)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Adicionais: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ) e Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ)

Público: 4.360 pagantes
Renda: R$ 64.570,00