Chará fala em ‘grande oportunidade’ no Atlético: ‘Espero retribuir toda essa confiança’ - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Chará fala em ‘grande oportunidade’ no Atlético: ‘Espero retribuir toda essa confiança’



( FOTO ROBERT DIAS ) 

Aprovado nos exames médicos, o meia-atacante Yimmi Chará, de 27 anos, foi apresentado oficialmente pelo Atlético nesta terça-feira, na Cidade do Galo. Contratado junto ao Junior Barranquilla-COL, o jogador assinou contrato por cinco temporadas com o Galo. Em sua primeira entrevista coletiva com a camisa alvinegra, o colombiano falou da expectativa de defender o novo clube. 

“Chegar a uma instituição como esta e vir a um futebol como o brasileiro trazem muita expectativa. Vou me preparar bem para mostrar muitas coisas importantes a serviço da equipe”, afirmou.

O novo reforço alvinegro enalteceu a torcida do Atlético destacando o fanatismo pelo futebol. “Tem uma grande torcida. Pelo o que vi na televisão, o que me foi transmitido nas redes sociais, me deu uma boa sensação. Espero poder devolver todo esse carinho nos jogos”, frisou.

Como a janela de transferências internacional para o Brasil está fechada, Chará só poderá ser registrado pelo Atlético no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF a partir do dia 16 de julho.

Com passagens pelo futebol mexicano, além do colombiano, Chará também destacou a ‘grande oportunidade’ que terá no Brasil. “Para qualquer jogador sul-americano, estar no futebol brasileiro é uma grande oportunidade. Venho para aprender, para seguir crescendo como profissional. Espero retribuir toda essa confiança”, disse.


( Vídeo Robert Dias ) 

Em sua apresentação, Chará ganhou a camisa 11 que era usada por Otero, que se transferiu para o Al Wehda, da Arábia Saudita. O jogador mal chegou e já foi ‘trollado’ pelo atacante Luan, que disse que o novo reforço do Atlético é o ‘Cazares de trança’. Ao saber da comparação, o colombiano destacou a união do grupo dizendo que isso pode facilitar na sua adaptação ao futebol brasileiro.

“É uma equipe muito humana. É o que eu senti, o que me foi transmitido. Chegar a um grupo assim me traz muita motivação para encarar esse novo desafio”, observou. “É um grupo muito alegre, humano e humilde. Assim, a adaptação fica mais fácil”, completou.

Um dos destaques do Junior Barranquilla jogando pelos lados do campo, Chará frisou que seu ponto forte é atuar pelas pontas, mas também pode se adaptar em outra posição caso o técnico Thiago Larghi precise.

 Hebrom Negócios

“Grande parte da minha carreira foi jogando pelos lados. É o meu forte, me sinto muito tranquilo jogando pelos lados. Mas também já atuei em outras posições que me ajudaram a melhorar nos jogos”, avisou. “Com um grupo que possui muitos jogadores de qualidade, a adaptação fica um pouco mais fácil, espero que seja assim. O mais importante é a atitude e acredito que eu tenho. Espero poder me adaptar ao esquema da comissão técnica”, acrescentou.

Com inspirações em Ronaldo e Ronaldinho, o colombiano espera ajudar o Atlético a conquistar o Campeonato Brasileiro após 47 anos. “Sabemos que é o único torneio que o clube está disputando. Temos grandes jogadores, o time está subindo na tabela, espero que a minha chegada possa fortalecer o grupo para alcançarmos esse objetivo”, finalizou.

O Atlético não confirmou os valores da negociação, mas, segundo a imprensa colombiana, o Galo pagou 6 milhões de dólares (cerca de R$ 22,2 milhões) por 70% dos direitos econômicos do jogador. O Junior Barranquilla ficaria com os 30% restantes para uma venda futura.

Para conseguir pagar parte do valor, o Atlético contou com a ajuda do ex-presidente Ricardo Guimarães, dono do Banco BMG, que tirou do próprio bolso para bancar a entrada. A revelação foi feita no domingo (10) à Itatiaia por Hissa Elias Moysés, diretor da instituição bancária e braço direito do ex-mandatário alvinegro.

De acordo com o repórter Thiago Reis, o ex-presidente atleticano pagou 2 milhões de dólares ao Junior Barranquilla. O restante será quitado pelo Atlético de forma parcelada até o início de 2019.