Header Ads Widget

Responsive Advertisement

ATLÉTICO SUPERA O BOTAFOGO EM CASA E SEGUE NA LIDERANÇA




Líder do Campeonato Brasileiro, o Atlético manteve a invencibilidade no returno da competição ao vencer o Botafogo por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (25), no Mineirão, pela 23ª rodada.

Savarino abriu o placar aos 16 minutos do primeiro tempo, completando cruzamento de Keno pela esquerda. Na etapa final, , aos quatro minutos, Sasha ampliou para o Atlético. 

Três minutos depois, Marcelo Benevenuto diminuiu para a equipe carioca. O Galo ainda desperdiçou um pênalti no segundo tempo, com o goleiro Diego Cavalieri defendendo a cobrança de Keno. 

Com a nona vitória em seus domínios, o Galo chegou a 42 pontos, no topo da tabela de classificação. 

Na próxima rodada, o adversário será o Internacional, dia 6 de dezembro (domingo), às 18h15, novamente no Gigante da Pampulha. 

O Atlético tem o melhor ataque do certame, com 41 gols. 

Homenagens - Em homenagem a Diego Maradona, o meia argentino Matías Zaracho atuou com a camisa número 10 e o nome do eterno craque.


     O JOGO                                           

O Atlético pressionou o Botafogo desde o início, em cruzamentos de Zaracho e Keno, cortados pela defesa carioca. 

Em boa jogada do ataque atleticano, aos 16 minutos, Keno cruzou de três dedos pela esquerda e Savarino completou para o gol, abrindo o placar no Mineirão: Galo 1 x 0.

os 32, Hyoran cobrou escanteio fechado e quase marcou um gol olímpico, evitado por Diego Cavalieri. 

O jogo seguiu até o fim do primeiro tempo sem lances de maior perigo e o Galo levou a vantagem parcial para o vestiário. 

O Atlético voltou para o SEGUNDO TEMPO com a mesma formação e ampliou o placar logo aos quatro minutos, quando Savarino cruzou pela direita e Eduardo Sasha cabeceou para o gol: Galo 2 x 1.
Três minutos depois, em cobrança de escanteio pela direita do ataque carioca, Marcelo Benevenuto marcou de cabeça, diminuindo a vantagem atleticana. 

Savarino chutou cruzado da entrada da área, aos 12 minutos, e exigiu boa defesa do goleiro botafoguense. 

Aos 21, Nathan e Zaracho foram substituídos por Marrony e Talison, respectivamente. 

Keno fez boa jogada na grande área pela esquerda, aos 31 minutos, pedalou para cima de Marcinho e sofreu pênalti. O próprio camisa 11 fez a cobrança e Cavalieri defendeu no canto esquerdo. 

Calebe deixou o campo para a entada do jovem Wesley, aos 29 minutos. O Atlético seguiu firme na marcação e tocando bem a bola para garantir os três pontos e a liderança do Brasileirão. 

Aos 46, a comissão técnica promoveu a última alteração, com Sasha dando lugar ao também jovem Gustavo Henrique.


FICHA TÉCNICA 

       ATLÉTICO 2 X 1 BOTAFOGO         

Competição: Campeonato Brasileiro 
Rodada: 23ª 
Data: 25/11/2020 (quarta-feira) 
Gols: Savarino (16' - 1ºT), Eduardo Sasha (4' - 2ºT), Marcelo Benevenuto (7' - 2ºT) 
Estádio: Mineirão 
Cidade: Belo Horizonte (MG) 

Atlético 
Rafael; Bueno, Igor Rabello, Alonso, Matías Zaracho (Talison), Calebe (Wesley), Hyoran, Ntahan (Marrony), Savarino, Keno e Eduardo Sasha (Gustavo Henrique). 
Técnico: Leandro Zago. 

Botafogo 
Diego Cavalieri; Kevin (Honda), Marcelo Benevenuto, Kanu, Victor Luis, Rafael Forster (Éber Bessa), Rentería (Kalou), Caio Alexandre, Marcinho, Warley (Rhuan) e Pedro Raul (Matheus Nascimento). 
Técnico: Emiliano Díaz. 

Cartões amarelos: Alonso, Savarino (Atlético); Kevin, Kanu, Victor Luis, Marcinho (Botafogo)