Header Ads Widget

Responsive Advertisement

CRUZEIRO É DERROTADO PELO CONFIANÇA POR 2 X 1 NO MINEIRÃO



Apesar de ter demonstrado um futebol de muita entrega e ampla superioridade sobre o adversário no segundo tempo, quando a equipe criou várias chances de gols, o Cruzeiro acabou sendo derrotado pelo Confiança, por 2 x 1, na noite desta sexta-feira, no Mineirão, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.


O Confiança fez dois gols no primeiro tempo e Raúl Cáceres diminuiu na etapa final para a Raposa, que teve uma sequência de nove jogos de invencibilidade quebrada. A equipe cinco estrelas volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30, contra o América-MG, no Independência.

   A PARTIDA                                       

Em busca de mais uma vitória na competição nacional, o Cruzeiro começou o jogo em cima do adversário, no campo de ataque, mas foi o Confiança que inaugurou o placar, logo aos 4 minutos. Após uma sequência de quatro escanteios, Guilherme Castilho cobrou na primeira trave, fechado, Jadsom Silva tentou cortar, de cabeça, mas não conseguiu.

A Raposa não acusou o golpe e, com paciência e toque de bola, começou a criar situações para empatar, como no chute de Régis, que Rafael Santos fez importante defesa, e principalmente na finalização de Airton, à esquerda do gol.

Apesar do bom momento na partida, a Raposa foi surpreendida mais uma vez, em um lance de contra-ataque, que o árbitro paraense Andrey da Silva e Silva marcou pênalti em chute de Ítalo, que bateu no braço de Raúl Cáceres. O atacante Renan Gorne cobrou a penalidade, aos 25, no canto esquerdo de Fábio, sem chance alguma para o goleiro cinco estrelas.

Com o placar favorável, o time sergipano se fechou na defesa, jogando quase sempre atrás da bola. Sem espaços, o Cruzeiro passou a circular mais a bola, buscando brechas na defesa adversária e teve mais duas oportunidades para marcar no primeiro tempo.

Na primeira delas, Rafael Sobis cobrou falta no canto direito e Rafael Santos fez outra difícil defesa. Na outra, mais clara, Raúl Cácares recebeu passe de Airton e cruzou para William Pottker, que cabeceou à direita do gol.

  SEGUNDO TEMPO                              

A Raposa iniciou a etapa final pressionando o Confiança e rapidamente chegou com perigo ao ataque em um cruzamento de Matheus Pereira para Marcelo Moreno, que o goleiro conseguiu interceptar.

Mas, aos 8 minutos, em cruzamento preciso, William Pottker achou Raúl Cáceres dentro da área e o paraguaio cabeceou bonito, no canto esquerdo. Um belo gol.


Apostando nos contragolpes, o time de Aracaju obrigou Fábio a fazer duas grandes defesas, em chute colocado de Renan Gorne e falta cobrada por Guilherme Castilho.

Dominando as ações, o Cruzeiro sufocou o Confiança, que contou com mais uma difícil defesa de Rafael Santos, em falta cobrada por Filipe Machado. A bola ainda bateu na trave. Na sequência do lance Pottker cruzou e Manoel quase empatou. Pouco tempo depois, William Pottker fez outro bom cruzamento e Thiago cabeceou acima do gol.

A pressão se intensificou nos instantes finais e a Raposa criou ainda mais duas chances de gols, ambas de cabeça, com Arthur Caíke, que o goleiro do Confiança defendeu, e com Willian Pottker, acima do gol.

      CRUZEIRO 1 X 2 CONFIANÇA       

Motivo: 24ª rodada do Campeonato Brasileiro - Série B
Data: 27/11/2020 (sexta-feira)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG

Árbitro: Andrey da Silva e Silva-PA (CBF-AB)
Gols: Guilherme Castilho, aos 4 min., e Renan Gorne, aos 25 min. do 1º tempo; Raúl Cácares, aos 8 min. do 2º tempo

Cruzeiro: Fábio; Raúl Cáceres, Ramon, Manoel e Patrick Brey (Matheus Pereira); Adriano (Filipe Machado), Jadsom Silva e Régis (Marcelo Moreno); William Pottker, Airton (Arthur Caíke) e Rafael Sobis (Thiago)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Confiança: Rafael Santos; Thiago Ennes (Jeferson), Nirley, Matheus Mancini e Djalma Silva (Everton); Madison (Serginho), Guilherme Castilho, Rafael Vila (Alyson) e Ítalo; Reis e Renan Gorne (Ari Moura)
Técnico: Diego Paulista

Cartões amarelos: Adriano, Rafael Sobis, Manoel, Filipe Machado e Marcelo Moreno (Cruzeiro); Thiago Ennes, Djalma Silva, Madison e Matheus Mancini (Confiança)

Postar um comentário

0 Comentários