Header Ads Widget

Responsive Advertisement

AMÉRICA PERMITE A VIRADA DIANTE DO TOLIMA PELA COPA LIBERTADORES


Depois de estar à frente no placar por duas vezes, o América bobeou, levou um gol no último minuto e perdeu por 3 a 2 para o Tolima-COL, nesta quarta-feira, no Independência, pela terceira rodada do Grupo D da Copa Libertadores. O resultado complica a situação do Coelho, que vê as chances de avançar às oitavas de final serem reduzidas.


Foi a segunda derrota do América como mandante na fase de grupos da Libertadores. O time alviverde, que já havia perdido para o Independiente del Valle na estreia, continua sem vencer no Grupo D da competição continental e precisará vencer os três jogos restantes para sonhar com a classificação.

Pedrinho e Junior Hernández (contra) marcaram os gols do América. Anderson Plata, duas vezes, e Quiñónes balançaram as redes para o Tolima. O gol da vitória dos colombianos foi anotado aos 49 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o Tolima subiu para quatro pontos e encostou no Independiente del Valle e no Atlético, que somam cinco. Já o América segue na lanterna do grupo, com apenas um ponto.


Na próxima rodada da Libertadores, o América tem pela frente o clássico estadual contra o Atlético, terça-feira (3), às 21h30, no Independência. Já o Tolima encara o Independiente del Valle-EQU, na quarta (4), às 23h (horário de Brasília), no estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué, na Colômbia.

Mas, antes de encarar o Galo, o América tem o duelo contra o Athletico-PR, no próximo sábado (30), às 16h30, no Horto, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro.

    O JOGO                         


Antes de a partida começar, o América perdeu o atacante Everaldo, que sentiu dores na coxa. Desta forma, o jogador precisou ser substituído por Pedrinho na lista dos 11 que começavam o duelo.

Apesar do contratempo, o América foi melhor na etapa inicial, mas pecou nas conclusões das jogadas. O time alviverde chegava com facilidade no campo de ataque, porém demorava para finalizar ou errava passes bobos.

Aos 27 minutos, o meia-atacante Alê também sentiu um problema muscular e teve que deixar o campo. Matheusinho foi acionado pelo técnico Vagner Mancini para entrar na partida.




A primeira grande chance do América no jogo foi aos 33 minutos com Paulinho Bóia, que recebeu na área e bateu cruzado. O goleiro do Tolima caiu bem e segurou firme.

Pouco depois, o Coelho perdeu uma chance incrível com Juninho. Livre de marcação, o volante recebeu em velocidade, chapelou o goleiro, dominou no peito e, sem ângulo, finalizou. Mas ele não contava com o zagueiro do Tolima que estava em cima da linha para evitar o gol.

O Coelho voltou para a etapa final determinado a marcar o primeiro gol como mandante na Libertadores e conseguiu aos oito minutos. Após grande jogada de Paulinho Bóia, que cortou o marcador duas vezes antes de cruzar rasteiro para o meio da área encontrando Pedrinho, que chegou batendo de primeira para o fundo das redes.

Mas o América não conseguiu segurar o placar favorável. Em um vacilo do time, que estava todo no ataque mesmo vencendo o jogo, o Tolima encaixou um contragolpe fulminante, após bola dividida no campo de defesa do time colombiano que se transformou em um belo lançamento. A bola chegou até Anderson Plata, que saiu cara a cara com Jailson e bateu no canto, sem chances para o goleiro americano.

O gol não abalou a equipe americana, que deu o troco na mesma moeda. Em contra-ataque iniciado por Jailson, que defendeu a bola após cobrança de escanteio, Pedrinho avançou em velocidade no meio-campo e tocou para Índio Ramírez, que invadiu a área e tentou driblar três marcadores. Um deles, o lateral-esquerdo Junior Hernández, deu o bote errado ao tentar cortar a bola e mandou contra o próprio gol.


A partida estava eletrizante. E o Tolima empatou novamente aos 41 minutos. Após cobrança de escanteio, o jogador da equipe colombiana desviou de cabeça, a bola tocou no travessão. No rebote, o time visitante conseguiu mandar para as redes deixando tudo igual no Horto.

Pouco depois, o América quase levou a virada. O Tolima descolou um cruzamento para a área e quase surpreendeu Jailson, que espalmou para a trave.

Foi o ensaio para o terceiro gol dos colombianos, que viraram o jogo aos 49 minutos novamente com Anderson Plata. O atacante recebeu em velocidade, invadiu a área e bateu no canto de Jailson.

     AMÉRICA 2 x 3 TOLIMA          

América: Jailson; Patric, Maidana, Éder e João Paulo; Lucas Kal (Flávio), Juninho e Alê (Matheusinho); Pedrinho, Felipe Azevedo (Índio Ramírez) e Paulinho Bóia (Carlos Alberto). Técnico: Vagner Mancini

Tolima: Domínguez; Marulanda, Quiñones, Eduardo Caicedo e Junior Hernández; Ríos (Orozco), Rovira (Ureña) e García (Miranda); Anderson Plata, Lucumí e Ramírez (Michael Rangel). Técnico: Hernán Torres

Motivo: terceira rodada do Grupo D da Copa Libertadores
Data: quarta-feira, 27 de abril de 2022
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)


Gols: Pedrinho (8’/2º), Anderson Plata (20’/2º, 49’/2º), Junior Hernández (contra - 31’/2º), Quiñónes (41’/2º)

Cartão Amarelo: Rovira, Eduardo Caicedo., Marulanda (Tolima); Éder, Lucas Kal (América)

Árbitro: Andrés Cunha (URU)
Auxiliares: Nicolas Taran (URU) e Carlos Barreiro (URU)

Público: 4.651
Renda: R$ 69.720,00

Postar um comentário

0 Comentários