Header Ads Widget

Responsive Advertisement

VITÓRIA IMPORTANTA DO CRUZEIRO FORA DE CASA DIANTE DA CHAPECOENSE FIRMA TIME CELESTE NO G-4


Pela primeira vez em três anos na Série B do Brasileirão, o Cruzeiro terminará uma rodada no grupo dos quatro times que sobem para a Primeira Divisão. Debaixo de chuva em Chapecó, a Raposa arrancou um grande resultado ao vencer a Chapecoense por 2 a 0, na noite deste sábado, na Arena Condá, pela quinta rodada.


Após dominar o primeiro tempo e desperdiçar muitos gols na etapa final, o Cruzeiro conseguiu marcar os gols no fim da partida. O lateral Geovane abriu o placar aos 37 em um chute cruzado de longe. Aos 44, o artilheiro Edu arriscou da entrada da área e garantiu os três pontos fora de casa.

Ao vencer o confronto direto pelo grupo de acesso, o Cruzeiro subiu para a terceira posição, com 10 pontos, mesma pontuação do líder Grêmio e do Bahia, segundo colocado, mas atrás no saldo de gols. Assim, a Raposa termina no G4 da Série B pela primeira vez desde que foi rebaixado.

Agora, o Cruzeiro volta a campo para enfrentar o Grêmio, domingo (8), às 16h, no Mineirão, pela sexta rodada da Série B. Na quinta-feira (5), às 21h30, a Chapecoense visita o Brusque, no estádio Augusto Bauer.

    O JOGO                    

O Cruzeiro teve maior domínio do jogo no primeiro tempo, porém não conseguiu converter a superioridade em chances claras. Das quatro finalizações do time celeste nos 45 minutos iniciais, nenhuma foi no gol da Chape. Sem movimentação em campo, a Raposa foi presa fácil para a marcação da equipe catarinense.

Do outro lado, mesmo encontrando dificuldades para sair jogando, a Chapecoense criou a melhor oportunidade, aos 44 minutos do primeiro tempo em uma pancada de fora da área do lateral Ronei que o goleiro Rafael Cabral voou no canto para mandar pela linha de fundo.




Na etapa final, o Cruzeiro passou a criar mais, mas desperdiçou chances incríveis. Na primeira, Edu pegou rebote, driblou o goleiro, mas finalizou para fora. Pouco depois, a bola sobrou para Zé Ivaldo na área, o zagueiro chutou cruzado rente à trave.

As oportunidades não paravam de surgir para a Raposa, mas o time insistia em perder todas. Zé Ivaldo arriscou de longe, o goleiro espalmou para o lado, Bidu pegou o rebote livre na área, mas mandou para fora.

O Cruzeiro ainda pediu pênalti quando Jajá bateu para o gol, Vagner espalmou e a bola explodiu na mão do jogador da Chapecoense. O árbitro e o VAR não viram nada de irregular e mandaram o jogo seguir.


De tanto pressionar, o Cruzeiro foi premiado aos 37 minutos do segundo tempo. Geovane pegou rebote na entrada da área e chutou cruzado acertando o cantinho. Aos 44, a Raposa ampliou com Edu, que recebeu na meia-lua e bateu para o gol.

    CHAPECOENSE 0 x 2 CRUZEIRO     

 Chapecoense: Vagner; Ronei, Léo, Victor Ramos e Fernando; Betinho (Guilherme Rend), Matheus Bianqui e Lima (Rodrigo Varanda); Orejuela (Jonathan), Perotti (Derek) e Maranhão (Xandão). Técnico: Gilson Kleina

 Cruzeiro: Rafael Cabral; Eduardo Brock, Oliveira e Zé Ivaldo; Leonardo Pais (Geovane), Willian Oliveira, Neto Moura (Adriano) e Matheus Bidu (Rafael Santos); Luvannor (Rodolfo), Jajá (Daniel Junior) e Edu. Técnico: Paulo Pezzolano

Motivo: quinta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Data: sábado, 30 de abril de 2022
Horário: 19h
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Gols: Geovane (37’/2º), Edu (44’/2º)
Cartão Amarelo: Betinho, Xandão, Guilherme Rend (Chapecoense); Rodolfo (Cruzeiro)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Assistentes: Daniel Paulo Ziolli (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Postar um comentário

0 Comentários