Edílson acerta com Cruzeiro, Alisson vai para o Grêmio e Sassá fica na Toca da Raposa - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Edílson acerta com Cruzeiro, Alisson vai para o Grêmio e Sassá fica na Toca da Raposa


A negociação entre Cruzeiro e Grêmio envolvendo o lateral-direito Edílson sofreu uma reviravolta neste domingo. De acordo com a diretoria do Cruzeiro, o jogador virá mesmo para a Toca da Raposa, mas Alisson, e não mais Sassá, é quem irá para o tricolor.

Inicialmente, o time celeste estaria disposto a desembolsar R$ 3,5 milhões por Edílson, além de emprestar Sassá por um ano pagando 50% do salário. No novo formato da negociação, o Cruzeiro cederá ao Grêmio 30% dos direitos econômicos do meia-atacante Alisson, que vai em definitivo para Porto Alegre. O lateral chegará à Toca com um contrato de três anos.

O acordo salarial entre Cruzeiro e Edílson, de 31 anos, já está selado, restando apenas Alisson, de 24 anos, se acertar com o Grêmio, o que deve acontecer nos próximos dias.

 VISITE NOSSA LOJA CLUB SPORTS
Edílson iniciou sua carreira nas categorias de base do Avaí aos 16 anos de idade, no ano de 2002. No ano de 2004, Edílson chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira Sub-20 para a disputa da Milk Cup mas, devido a problemas com comportamento extra-campo, Edílson acabou desvirtuando a sua carreira. Mesmo assim, Edílson conquistou pelo Avaí os títulos da Taça Governador Sub-17 de 2002 e do Campeonato Catarinense Juvenil e Juniores de 2003.

No ano de 2009, quando Edílson defendia a Ponte Preta, foi punido pelo clube por ter cometido um grande ato de indisciplina quando, juntamente com os companheiros de equipe Leandrinho e André, chegou embriagado a um treino após sofrer um acidente automobilístico na noite anterior. 
Apesar de ter um histórico complicado, Edílson ainda defendeu grandes clubes do futebol brasileiro, como Atlético Mineiro e Grêmio.
Pelo clube gaúcho ele fez sua estréia no dia 3 de março de 2010, quando venceu o Avenida por 3 a 1 com um gol e uma assistência de Edílson. Em 12 de julho de 2011, ele foi contratado por empréstimo de um ano e maio pelo Atlético Paranaense, a pedido do então treinador Renato Gaúcho.

No ano de 2013, Edílson foi contratado pelo Botafogo. No clube da estrela solitária, foi Campeão Carioca após vencer os dois turnos da competição. Após boa campanha pelo Botafogo, Edílson renovou o seu contrato com o clube para 2014.
 No dia 3 de outubro de 2014 teve seu contrato rescindido com o Botafogo devido divergências com a diretoria. 
Em 2015 acertou com o Corinthians até o final do Ano. No dia 25 de julho acertou a renovação de contrato por mais dois anos com o Corinthians. Seu novo vinculo iria até o final de 2017. Sem chances no Corinthians, Edilson fechou o retorno ao Grêmio no dia 13 de maio de 2016, após 4 anos da última passagem. Ele estava na reserva de Fagner, e assinou contrato por 3 temporadas.