ATLÉTICO JOGA BEM DIANTE DO BOTAFOGO MAS PERDE A INVENCIBILIDADE NO BRASILEIRÃO - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

ATLÉTICO JOGA BEM DIANTE DO BOTAFOGO MAS PERDE A INVENCIBILIDADE NO BRASILEIRÃO


Em partida válida pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Atlético teve grande volume de jogo, criou várias oportunidades de gol e finalizou mais de 30 vezes, mas acabou perdendo por 2 a 1 para o Botafogo, na noite desta quarta-feira (19), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O gol do Galo foi marcado por Igor Rabello. 

Com o resultado na capital fluminense, o Atlético perdeu a invencibilidade e os 100% de aproveitamento na competição. O Galo ficou em 2º lugar na tabela de classificação, com nove pontos, mesma pontuação do líder Internacional, que tem dois gols a mais de saldo e será o adversário do próximo sábado (22), no Beira-Rio, em Porto Alegre.

    O JOGO                                                   

O Atlético criou muitas chances no primeiro tempo, mas não transformou o volume de jogo em gols. Na primeira oportunidade, Hyoran cruzou rasteiro pela esquerda e Guilherme Arana finalizou para a defesa do goleiro Gatito. 

O Botafogo respondeu em contra-ataque e Rafael fez grande defesa na conclusão de Henrique. Keno arriscou de fora da área, mas o chute saiu fraco e o goleiro fez a defesa com tranquilidade. Em seguida, Arana arriscou de fora da área e Gatito fez outra boa intervenção. 

O goleiro botafoguense voltou a aparecer bem, desta vez defendendo chute de longa distância de Allan. No ataque seguinte, Keno passou pelo seu marcador e cruzou rasteiro para o corte de Danilo. 

Arana cruzou pela esquerda, aos 14 minutos, e a defesa carioca afastou perigo. Aos 18, Gatito defendeu mais um arremate de Keno, no canto esquerdo. Aos 20, Arana cruzou pela esquerda, a bola bateu no zagueiro e foi para as mãos de Gatito.


Marrony sofreu falta na intermediária, aos 22 minutos, Hyoran levantou a bola na área e a defesa do Botafogo fez o corte pelo alto. O Atlético quase marcou dois minutos depois, quando Hyoran cobrou escanteio pela esquerda e a Alonso desviou de cabeça, no travessão. 

Aos 25, Luiz Fernando abriu o placar para o Botafogo. 

O Galo tentou reagir no cruzamento de Hyoran pela esquerda e a bola saiu com muita força. Aos 32, Marquinhos foi travado ao tentar finalização dentro da grande área. 

Em outra boa chance, aos 35, Hyoran cobrou novo escanteio pela esquerda e Marquinhos desviou de cabeça, novamente no travessão.
No ataque seguinte, Keno chutou da entrada da área, para fora. O Atlético ainda levou perigo duas vezes com Keno, em cruzamento rasteiro pela esquerda, cortado pela zaga, e chute cruzado defendido por Gatito. 

A equipe voltou para o SEGUNDO TEMPO com a mesma formação e o cenário da partida continuou o mesmo, com pressão do Galo e contra-ataques do Botafogo. 

Em grande chance, aos cinco minutos, Hyoran recebeu ótimo passe de Keno na grande área pela direita e chutou para a defesa de Gatito. 

Aos oito minutos, Franco foi substituído por Savarino e, aos 14, Marrony deixou o campo para a entrada de Bruno Silva. 

Em boa jogada, aos 24, Bruno Silva cruzou pela esquerda, Savarino finalizou de voleio e a bola pegou no travessão. O Atlético teve outra grande chance aos 37, quando Arana cruzou pela esquerda e Bruno Silva finalizou para fora.
Aos 39, o técnico Jorge Sampaoli promoveu três mudanças, substituindo Guga, Allane Marquinhos por Mariano, Jair e Mailton, respectivamente. Aos 41, Caio Alexandre fez o segundo gol botafoguense. 

O Galo não se entregou e continuou buscando o ataque, principalmente com Guilherme Arana pela esquerda. Aos 51, Igor Rabello recebeu passe de Jair na grande área pela direita e tocou na saída do goleiro para diminuir a desvantagem atleticana. 

FICHA TÉCNICA 

             BOTAFOGO 2 x 1 ATLÉTICO               

Competição: Campeonato Brasileiro 
Rodada: 4ª 
Data: 19/08/2020 
Estádio: Nilton Santos 
Cidade: Rio de Janeiro (RJ) 
Gols: Luiz Fernando (25' - 1ºT), Caio Alexandre (41' - 2ºT), Igor Rabello (51' - 2ºT) 

Botafogo 
Gatito Fernández; Barrandeguy (Fernando), Marcelo Benevenuto, Kanu, Danilo Barcelos, Luiz Otávio (Caio Alexandre), Guilherme Santos, Luiz Fernando (Rhuan), Luis Henrique (Bruno Nazário), Pedro Raul (Rafael Forster) e Matheus Babi. 
Técnico: Paulo Autuori. 

Atlético 
Rafael; Guga (Mariano), Junior Alonso, Igor Rabello, Guilherme Arana, Allan (Jair), Alan Franco (Savarino), Hyoran, Marquinhos (Mailton), Keno e Marrony (Bruno Silva). 
Técnico: Jorge Sampaoli. 

Cartões amarelos: Barrandeguy e Danilo Barcelos (Botafogo)