Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Kalil assegura que Hospital Risoleta Neves não será fechado.

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, participou do programa Chamada Geral desta quinta-feira e confirmou a informação dada em primeira mão pelo jornalista Eduardo Costa de que o Hospital Risoleta Neves estaria na iminência de ser fechado. O motivo do encerramento das atividades da unidade de saúde, administrada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), seria a falta de dinheiro.

“Infelizmente nós fomos comunicados pela Universidade Federal (de Minas Gerais) que por motivos, como sempre de falta de dinheiro, o hospital deverá ser fechado no dia 17, se o problema não for resolvido”, afirmou o prefeito.

Kalil, no entanto, tratou de tranquilizar a população. Segundo ele, apesar dos problemas financeiros, não existe qualquer possibilidade de o Risoleta Neves fechar as portas. “O hospital não vai ser fechado. É um problema da prefeitura. Eu disse na campanha que tudo de Belo Horizonte é problema de Belo Horizonte. Então, eu posso aqui dizer que nós estamos estudando desesperadamente o que fazer, mas nesta reunião de hoje com o reitor da UFMG nós vamos ‘rebolar’, dar uma solução, mas o hospital não vai ser fechado, porque a população de Belo Horizonte não merece isso”, disse. “Nós vamos cortar a luz, vamos fechar secretarias, vamos fechar qualquer coisa dentro da prefeitura, mas não vamos deixar fechar um hospital, isso é uma brincadeira”, acrescentou Kalil.

fonte: Rádio Itatiaia