Rafinha sente dores, trio é poupado e Mano Menezes não revela escalação para o clássico - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES

Breaking

sábado, 1 de julho de 2017

Rafinha sente dores, trio é poupado e Mano Menezes não revela escalação para o clássico



O técnico Mano Menezes levou dois sustos no treino desta sexta-feira, em preparação para o clássico com o Atlético, neste domingo (2), no Independência. O meia Rafinha sentiu dores ao longo da atividade e o atacante Sassá levou uma pancada em uma dividida durante o coletivo com reservas e juniores.

Rafinha relatou dores musculares na coxa direita, enquanto Sassá sofreu uma pancada no tornozelo. Os dois casos não parecem graves. Ao fim do treino, Mano não revelou o estado físico de ambos. Ao mesmo tempo, o treinador decidiu poupar o zagueiro Léo e os volantes Ariel Cabral e Lucas Romero.

Sem o trio, que fez apenas atividades na academia, Mano iniciou a preparação da equipe cruzeirense, mas não indicou qualquer escalação antes do clássico. No entanto, sinalizou que não deve fazer muitas mudanças em relação aos últimos jogos. 

"Vamos manter a linha de trabalho. A escalação, como sempre, sai próxima ao horário do jogo. Certamente não teremos grandes alterações, não tem sentido isso. A equipe vem produzindo bem. Até a forma de corrigir o que não está saindo bem é com a manutenção e o ajuste de alguns detalhes", declarou o técnico.

Ciente das cobranças sobre a equipe, principalmente depois do empate com o Palmeiras, nessa quarta-feira (28), Mano pediu ao time que jogue no Independência como faria no Mineirão – pela Copa do Brasil, o time mineiro abriu 3 a 0 no primeiro tempo, mas cedeu o empate na etapa final.

"O Cruzeiro está chegando em um patamar de equipe em que pode manter o jeito de jogar tanto dentro quanto fora de casa. É isso que estávamos procurando. Quando estiver vencendo, é saber jogar com o resultado a favor e suportar as dificuldades do jogo. O adversário do outro lado também tem seus méritos. É saber ter comportamentos diferentes com a mesma formação", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário