Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Com Gol Monumental de Otero, Atlético vence o Coritiba e segue vivo pela Libertadores



O atleticano que compareceu ao Independência na noite deste domingo certamente vai se lembrar por muito tempo do jogo contra o Coritiba. Nem tanto pela vitória por 3 a 0, resultado que manteve o clube vivo na briga por uma vaga na Libertadores, mas sobretudo porque assistiu in loco a um dos mais belos gols marcados na história do Horto.

O responsável pelo feito? Otero. Aos 31 minutos do primeiro tempo, o venezuelano recebeu passe de Fred atrás do meio-campo, praticamente colado à linha lateral. Ao ver o goleiro Wilson adiantado, ele não pensou duas vezes e disparou a bomba. A bola viajou com velocidade e precisão, morrendo no fundo da rede. O próprio Otero e Leonardo Silva fecharam o placar.

Com o triunfo, o time de Oswaldo de Oliveira chegou aos 50 pontos, ganhou três posições na tabela do Brasileiro e agora é o oitavo colocado. O Botafogo, hoje o último time a garantir vaga na Libertadores, tem apenas dois pontos a mais que o Galo.

No domingo que vem, o Atlético encara o campeão antecipado Corinthians, na partida que marcará a entrega da taça. Um novo triunfo pode deixar o alvinegro ainda mais perto da sonhada vaga no torneio mais importante do continente.

Fatura resolvida em 31 minutos

O Galo precisou de apenas quatro minutos para abrir o placar. Elias recebeu de Marcos Rocha na direita e tocou para Otero. O venezuelano pegou de primeira, cruzado, acertando o cantinho direito do goleiro Wilson.

Assustado pelo baque inicial, o Coritiba tentou sair para o jogo e conseguiu levar perigo aos nove. Léo recebeu boa bola na direita e, já dentro da área, soltou a bomba. Atento, Victor espalmou para a linha de fundo.

Aos 11, a zaga do Coxa bateu cabeça e a bola sobrou limpa para Valdívia. O meia invadiu a área e, cara a cara com Wilson, bateu para fora.

Otero mostrou que estava com o pé calibrado e, aos 14 minutos, cobrou falta da intermediária. A bola saiu com muita violência e quase enganou Wilson, que conseguiu mandar para a linha lateral.

Na sequência do lance, Marcos Rocha cobrou lateral no primeiro pau para Leonardo Silva. Mesmo de costas para o gol, o capitão alvinegro conseguiu cabecear longe do alcance do goleiro adversário, ampliando a vantagem.

A vitória atleticana foi praticamente consolidada aos 31 minutos, num lance antológico de Otero. O camisa 11 recebeu passe de Fred na linha lateral, pouco antes do meio-campo, viu Wilson adiantado e arriscou. A bola viajou todo o campo alviverde e morreu no fundo da rede.

O venezuelano queria mais. Antes do primeiro minuto da etapa final, ele recebeu na direita e soltou a bomba, mas a bola passou rente ao travessão do Coritiba.

Com a enorme vantagem no placar, o Atlético passou a administrar o jogo, praticamente sem ser ameaçado pelo adversário. O único lance de perigo do Coritiba foi aos 41 minutos. Tiago Real cruzou para Henrique Almeida, que finalizou bem, exigindo ótima defesa de Victor.

  • ATLÉTICO 3 X 0 CORITIBA

Motivo: 36ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa/SC)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa/SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa/SP)
Gols: Otero, aos 4 min do 1ºT, Leonardo Silva, aos 15 min do 1ºT, Otero, aos 31 min do 1ºT
Atlético: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Gabriel e Fábio Santos; Yago, Elias (Gustavo Blanco), Otero e Valdívia (Cazares); Robinho (Luan) e Fred. Técnico: Oswaldo de Oliveira
Coritiba: Wilson; Léo (Daniel), Werley, Márcio e William Matheus; Jonas, Alan Santos, Tiago Real e Dodô, Getterson (Iago Dias) e Kléber (Henrique Almeida). Técnico: Marcelo Oliveira

Veja os lances: