Header Ads Widget

Responsive Advertisement

Fred é apresentado pela diretoria do Cruzeiro, e fala da sua alegria em voltar em vestir essa camisa.



Após quase 13 anos, o atacante Fred está de volta ao Cruzeiro. Primeiro reforço de 2018 apresentado à imprensa, o jogador comemorou o retorno ao ‘time do coração’ e falou da rapidez como se deu o acerto com a Raposa. Segundo ele, após reunião com o vice-presidente de futebol Itair Machado, o acordo foi fechado em 30 minutos.

“Para mim é um motivo de muita alegria. Desde quando o Itair e o Wagner (Pires de Sá, presidente) entraram em contato com meus representantes, já foi um motivo de grande satisfação para mim. Considero essa vinda para o Cruzeiro como um milagre de Deus. Às vezes a gente faz planos, mas a resposta vem de Deus. Graças a Deus tenho a oportunidade de vestir essa camisa, que é o time do meu coração. Joguei pelo Fluminense por oito anos, mas desde aquela época já falava que meu time era o Cruzeiro. Sou grato por tudo que passei por todos os clubes, mas aqui tenho certeza de que a história será diferente, como foi na primeira passagem. É correr atrás para as coisas voltarem ao normal, a rede balançar e a gente conquistar mais títulos”, declarou.

 VISITE NOSSA LOJA DIAMOND STORE
Fred deixou o Cruzeiro em agosto de 2005, cerca de um ano após chegar do América, ao ser vendido ao Lyon, da França. Retornou em 2009 para jogar no Fluminense, onde permaneceu até o junho de 2016, quando se transferiu para o Atlético. No período Raposa, o atacante disputou 71 jogos e marcou 56 gols. O camisa 9 disse que tentou voltar ao clube celeste anteriormente, mas que não foi possível. “Por três ou quatro vezes houve alguma coisa entre os clubes, mas não deu certo. Dessa vez, a coisa deu certo. Eu já estava com as malas prontas para ir ao exterior, de passagem marcada, tudo encaminhado. Porém, quando surgiu a oportunidade, voltei para o Cruzeiro. Era o desejo do meu coração. Quando sentei para conversar com o Itair, foram 30 minutos de conversa para resolver o negócio”, disse.

Perto do Natal, mais precisamente na noite do dia 22 de dezembro, o atacante rescindiu seu contrato com o Atlético e estava de partida para o Catar, onde recebeu uma boa proposta. Contudo, o camisa 9 relatou que, quando estava se preparando para embarcar, a diretoria celeste o abordou com uma oferta para permanecer em Belo Horizonte. A negociação com a Raposa foi tão rápida que o anúncio oficial da contratação do centroavante aconteceu no início da tarde do dia 23, poucas horas depois de deixar o arquirrival.

Multa

Ao rescindir de forma amigável com o Atlético, o clube alvinegro impôs uma cláusula no contrato de Fred em que o atacante deveria pagar R$ 10 milhões caso acertasse com o Cruzeiro. Com a concretização da transferência para a Toca, a multa será acionada a partir do momento em que o camisa 9 seja inscrito no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF.

Fred se mostrou tranquilo quanto ao assunto e afirmou que não participará das negociações. “A multa é com os clubes, não participo de questões contratuais. Foi algo para impedir minha vinda para cá, mas entramos em acordo com Itair, Wagner, todo mundo entrou em acordo com minha parte jurídica. Foi interessante para todo mundo e está resolvido”, garantiu.

O Cruzeiro já divulgou nota anteriormente assumindo a responsabilidade pelo pagamento da multa caso seja obrigado a fazê-lo. O contrato está sob análise do departamento jurídico celeste.

Veja a Coletiva de Fred: