Conmebol anula cartão vermelho e Dedé está liberado para jogar contra o Boca - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

Conmebol anula cartão vermelho e Dedé está liberado para jogar contra o Boca


A Conmebol, em decisão tomada no início da noite desta quarta-feira, anulou a suspensão do zagueiro Dedé. O defensor celeste tomou o cartão vermelho contra o Boca Juniors, no dia 19 desse mês, pela primeira partida das quartas de final da Conmebol Libertadores, depois de um choque acidental com o goleiro Andrada. Dessa maneira, o defensor cruzeirense está apto a jogar pelo Clube no jogo de volta que será no dia 4 de outubro, no Mineirão.

Essa medida só foi possível diante dos esforços da nova diretoria. Logo após a partida, o presidente Wágner Pires de Sá e o supervisor administrativo Banecy Queiroz, viajaram para a cidade de Luque, no Paraguai, com a missão de minimizar o prejuízo provocado pelo árbitro paraguaio Eber Aquino.

O vice-presidente de futebol, Itair Machado, que trabalhou bastante nos bastidores contra a suspensão, comemorou a decisão da Conmebol, exaltou a força do Cruzeiro nos bastidores e agradeceu o apoio da CBF. O dirigente estava presente no Mineirão e falou com a imprensa antes da partida decisiva com o Palmeiras, pela semifinal da Copa do Brasil.

“Acho que se fez justiça. O Cruzeiro, como a gente havia dito, não podia ser punido duas vezes. Temos que agradecer o empenho da CBF, agradecer o presidente da Conmebol que mostrou que é uma pessoa honesta, e que se mostrou indignado com o erro do árbitro. Acho que desta vez, como tinham feito isso para um time argentino agora se fez para um time brasileiro. É o momento de nós, clubes brasileiros, nos unirmos, para que possa valer o nosso direito e que o futebol seja decidido dentro de campo”, declarou Itair.



“Mostramos a força do futebol brasileiro, do novo comando da CBF, e mostrou a força do Cruzeiro nos bastidores. Nós trabalhamos firmes, o nosso presidente amanheceu na porta da Conmebol, logo após o jogo e a gente ficou daqui trabalhando nos bastidores. Usamos a força política até de Brasília. Neste momento tem que se fazer valer a instituição, ela tem que ter representatividade”, complementou. 

O presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá, falou do esforço da diretoria de se reverter a punição injusta do zagueiro cruzeirense e mostrou confiança na busca pelo placar na segunda partida das quartas de final, no dia 4 de outubro.

“Boa noite Nação Azul. Conseguimos uma vitória, apesar de ter acontecido o estrago, mas o Dedé vai jogar contra o Boca Juniors. Foi uma vitória da nossa diretoria, do esforço que fizemos. Quero agradecer a direção da CBF que nos ajudou com o presidente da Conmebol, que considerasse, tendo em vistas os fatos. Quero agradecer também o presidente da Conmebol, que nos recebeu muito bem com toda a sua diretoria, e que por fim se fez justiça. Vamos tentar reverter o placar dentro de campo, Nosso time está muito focado e esperamos a vitória”, finalizou o presidente celeste.