CRUZEIRO SOFRE REVÉS NA ARENA DA BAIXADA - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

domingo, 11 de novembro de 2018

CRUZEIRO SOFRE REVÉS NA ARENA DA BAIXADA



Já em ritmo de férias, o Cruzeiro entrou em campo sem muita inspiração e foi derrotado por 2 a 0 pelo Atlético-PR, neste sábado, na Arena da Baixada, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem oferecer praticamente nenhum perigo ao goleiro Santos, o time celeste foi presa fácil em Curitiba.

Os dois gols do Furacão foram marcados no primeiro tempo. Marcelo Cirino, aos nove, e Raphael Veiga, aos 21, deram a vitória ao time paranaense.

Com a derrota, o Cruzeiro caiu para o nono lugar no Brasileirão, com 46 pontos. Já garantida na fase de grupos da Libertadores 2019 com o título da Copa do Brasil, a Raposa não tem muitos objetivos nesta reta final, a não ser a busca por uma melhor premiação dependendo da posição na tabela ao fim do campeonato. A falta de uma meta técnica no torneio - como título ou a disputa por vaga em outra competição - pode explicar o baixo rendimento do time na partida.

Já o Atlético-PR, que nada tem a ver com isso, subiu para a sexta posição e entrou na zona de classificação para a Libertadores do ano que vem. Com a mesma pontuação de Atlético, Santos e Cruzeiro, o Furacão supera o Galo no saldo de gols. Peixe e Raposa ficam atrás devido ao número de vitórias.

Na próxima quarta-feira, às 21h45, o Cruzeiro volta a campo contra o Corinthians, no Mineirão. Também na quarta, mas às 19h30, o Atlético-PR enfrenta o Vasco, em São Januário.

    O JOGO                      

O Atlético-PR começou melhor. Com 1 minuto de jogo já fez a bola parar nas mãos de Fábio. O Cruzeiro tentou mostrar seu poder ofensivo, mas parou na defesa consistente do Furacão, que sequer deixava o goleiro Santos aparecer no jogo.

Aos 9 minutos, o Atlético-PR abriu o placar em um lançamento perfeito de Bruno Guimarães para Marcelo Cirino, que não deixou para trás e manteve a jogada bonita com um chute, de esquerda, nas redes de Fábio. 

E se o Cruzeiro não reagia, o Atlético-PR aproveitava. Aos 21, Pablo iniciou jogada na esquerda e tocou para Nikão, que chutou rasteiro para Raphael Veiga. O meia estava frente a frente com Fábio e só empurrou para o gol. 

Mesmo depois de abrir 2 a 0 no placar, o Furacão seguiu ofensivo, enquanto o Cruzeiro adiantou sua marcação, mas sofria com a boa defesa rubro-negra. Aos 30, Thiago Neves bateu forte para o gol, obrigando Santos a uma boa - e única - defesa. 

O Cruzeiro seguiu adiantado, buscando diminuir o placar, mas o Furacão mostrou experiência ao tocar bola e se defender bem na linha de zagueiros, sem dar chances ao ataque celeste.

O técnico Mano Menezes fez alterações na equipe colocando Barcos, Rafael Sobis e Lucas Romero, mas o Cruzeiro continuou sem forças para diminuir o placar, e consequentemente buscar o empate, e saiu de Curitiba com a derrota.

 ATLÉTICO PR 2 X 0 CRUZEIRO      

Atlético-PR: Santos; Jonathan (Diego Ferreira), Thiago Heleno, Léo Pereira e Renan Lodi; Bruno Guimarães (Camacho), Wellington e Raphael Veiga; Nikão, Marcelo Cirino (Rony) e Pablo. Técnico: Tiago Nunes 

Cruzeiro: Fábio; Edilson (Lucas Romero), Léo, Manoel e Egídio; Henrique, Ariel Cabral, Robinho (Barcos), Thiago Neves e Arrascaeta; Raniel (Rafael Sobis). Técnico: Mano Menezes

Motivo: 33ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 10 de novembro de 2018, sábado, às 19h
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Gols: Marcelo Cirino (9’/1º), Raphael Veiga (21’/1º)

Cartão Amarelo: Henrique, Manoel, Ariel Cabral, Edilson, Lucas Romero, Rafael Sobis, Arrascaeta (Cruzeiro); Jonathan, Wellington, Léo Pereira, Bruno Guimarães (Atlético-PR)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Adicionais: Anderson da Silveira Farias (RS) e Eleno Gonzalez Todeschini (RS)

Público total: 8.641
Renda: R$ 174.170,00