ATLÉTICO FAZ MAIS UM JOGO RUIM PELO BRASILEIRÃO E PERDE DIANTE DO SANTOS. - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

domingo, 27 de junho de 2021

ATLÉTICO FAZ MAIS UM JOGO RUIM PELO BRASILEIRÃO E PERDE DIANTE DO SANTOS.



O Atlético atravessa uma péssima fase no Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo, o Galo visitou o Santos, na Vila Belmiro, perdeu por 2 a 0 e, assim, chegou ao terceiro jogo sem vitória.

Além da pontuação ruim, o Galo deu sequência ao baixo nível de atuação. Mais uma vez, o ataque, improdutivo, deu mostras de que não tem jogadas trabalhadas e, na defesa, espaços enormes foram cedidos para o adversário, que aproveitou.

Aos 11 minutos, Jean Mota fez o primeiro gol santista. No último minuto da partida, Marcos Guilherme anotou o segundo tento e encerrou a contagem na Vila Belmiro.

1º tempo

Os primeiros 45 minutos ofereceram um jogo muito aberto, com muita disputa, mas com pouca qualidade para por parte de Galo e Santos para finalizar as jogadas.

A estratégia do Atlético foi limitada ao contra-ataque. O alvinegro mineiro tentou a todo instante sair em velocidade e encontrar a referência de Hulk que, isolado e completamente marcado pelos defensores do Santos, pouco conseguiu fazer.

O lance mais perigoso do Galo, no entanto, saiu a partir de uma jogada do camisa 7. Aos 32 minutos, Hulk recebeu pela direita, tentou o cruzamento duas vezes para a pequena área, mas nenhum atleticano aproveitou. Na sequência, a bola sobrou para Keno, que finalizou forte, mas longe do gol de João Paulo.

O Santos, que não conseguiu aproveitar a marcação frouxa e espaçada do Atlético, teve duas boas chances, mas não claras. Aos 14 minutos, Marcos Guilherme finalizou no canto esquerdo de Everson, mas o goleiro do Galo, bem colocado, espalmou. Aos 27 minutos, Jean Mota tentou desviar de cabeça para trás, mas a bola não pegou força nem direção para o gol atleticano.

Com mais um jogo ruim de Keno, pouca efetividade de Hyoran e sem organização ofensiva para atacar, o Galo conseguiu ao menos segurar o Santos na primeira etapa: 0 a 0.

2º tempo

Apesar do início marcado por muitos erros das duas equipes nas conclusões das jogadas, o Santos finalmente aproveitou a espaçosa defesa atleticana. Aos 11 minutos, Marcos Guilherme partiu em arrancada pela esquerda e acionou Kaio Jorge, que achou Jean Mota infiltrando na pequena área. O meia chegou batendo de primeira, de canhota, e colocou no ângulo direito de Everson com categoria: 1 a 0.

Aos 17 minutos, o Galo chegou mais perto de fazer o gol. Arana acionou Hulk na grande área e rolou para Allan. O volante finalizou forte, obrigou João Paulo a fazer boa defesa, e a bola ainda bateu na trave antes de sair pela linha de fundo.

Na marra, mas sem organização, o Galo passou a buscar cada vez mais o gol de empate. Aos 30 minutos, Hulk, que praticamente era o único responsável pelas jogadas de ataque, acertou o travessão. O camisa 7 avançou pela esquerda e, com muita categoria, tentou encobrir João Paulo. A bola caprichosamente bateu no travessão e saiu por detrás do gol.

As mexidas do auxiliar Cuquinha deram mais fôlego ao ataque atleticano, mas a falta de coordenação continuou a mesma. O Galo insistiu em atacar pela esquerda, com mais participação de Guilherme Arana e tentativas frustradas junto a Hulk, que novamente, isolado e sem companheiros de qualidade para ser bem acionado, nada pôde resolver.

Para piorar, no último minuto de jogo, num contra-ataque puxado por Madson, Marcos Guilherme recebeu cruzamento pela direita, só empurrou para as redes e, assim, deu números finais ao placar: 2 a 0 para o Santos.

Tabela e sequência

O Atlético volta a campo na próxima quinta-feira quando, no Mineirão, recebe o Atlético-GO, pela 8ª rodada do Campeonato Brasileiro.

                       SANTOS 2 X 0 ATLÉTICO                         

Santos: João Paulo; Pará (Madson), Luiz Felipe, Luan Peres e Felipe Jonatan; Ivonei (Vinícius Baelieiro), Jean Mota e Pirani (Sánchez); Marcos Guilherme, Marinho e Kaio Jorge. Técnico: Fernando Diniz

Atlético: Everson; Guga (Mariano), Réver, Gabriel e Arana; Allan, Tchê Tchê e Jair (Zaracho); Hyoran (Felipe Felício), Keno (Luiz Filipe) e Hulk. Técnico: Cuquinha

Motivo: 7ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 26 de junho de 2021, domingo, às 20h30
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)