Header Ads Widget

Responsive Advertisement

PELA COPA DO BRASIL FORA DE CASA CRUZEIRO VENCE POR 3 A 0 E PASSA DE FASE



O Cruzeiro superou mais um desafio na Copa do Brasil e se classificou para a terceira fase da competição ao bater o Tuntum por 3 a 0, na noite desta quarta-feira (16), no estádio Rafael Seabra, no Maranhão. Os gols da Raposa foram marcados por Vitor Roque e Edu, que marcou duas vezes no segundo tempo. O duelo foi marcado por inúmeras situações pitorescas fora do gramado.


O próximo adversário do clube celeste saíra em sorteio a ser realizado no dia 28 de março, na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Para a terceira fase da Copa do Brasil já serão inseridos no sorteio os times da Copa Libertadores, o campeão da Série B, da Copa do Nordeste e da Copa Verde de 2021 (América, Athletico-PR, Atlético, Bahia, Botafogo, Corinthians, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Palmeiras, Red Bull Bragantino e Remo, mais os 20 classificados da segunda fase).

    O JOGO                   

A vitória do Cruzeiro foi construída em um jogo repleto de detalhes pitorescos. A começar por onde ocorria a marcação do placar, em placas abaixo dos nomes dos clubes, que estavam pintados em uma das paredes do estádio Rafael Seabra. Além disso, vários torcedores se amontoaram nos muros, lajes de casas e até em árvores nos arredores do local onde a bola rolava.

Em uma das casas na região várias pessoas se aglomeravam para assistir ao duelo entre maranhenses e mineiros.

Aos 30 minutos do primeiro tempo um lance no mínimo estranho. O goleiro Rafael Cabral quase ganha um tapete natural para levar para casa. É que uma placa de grama da pequena área soltou e o camisa 1 celeste precisou colocar o "mato" novamente no lugar. Virou até meme nas redes sociais.

Ainda teve um drone que sobrevoou o estádio fazendo imagens aéreas. O objeto inclusive apareceu na transmissão oficial da partida.

Nos bastidores outras coisas chamaram a atenção. No vestiário do Cruzeiro os jogadores se assentaram em cadeiras de plástico, tipo aquelas dos botecos, Muito longe da realidade de estádios mais estruturados do Brasil. como o Mineirão, por exemplo.

No corredor de entrado dos atletas para o gramado um túnel de lona improvisado, já que os jogadores passavam por debaixo das arquibancadas e muito próximos dos torcedores.

Postar um comentário

0 Comentários