Header Ads Widget

Responsive Advertisement

ATLÉTICO VENCE EM CASA PELO BRASILEIRÃO DIANTE DO ATLÉTICO-GO




Após amargar um jejum de quatro jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Atlético acabou com a sequência negativa neste sábado ao bater o Atlético-GO por 2 a 0, no Independência, pela sétima rodada da competição nacional. Empurrado pela torcida que encheu o estádio do Horto para apoiar a equipe, o Galo dominou as ações e não passou sustos, como havia acontecido nas últimas partidas.

O time alvinegro abriu o placar aos 13 minutos do primeiro tempo, em um gol contra do volante Marlon Freitas, e ampliou aos 26 da etapa final com o atacante Hulk, que voltou à equipe neste sábado, após cumprir suspensão automática.

Com a vitória, a terceira no Brasileirão em sete jogos, o Atlético subiu para a vice-liderança, com 12 pontos, um atrás do líder Corinthians, que empatou com o Internacional, em Porto Alegre, neste sábado.

Agora, o Atlético só volta a jogar pelo Brasileirão no dia 29 de maio, quando recebe o Avaí, no Mineirão, pela oitava rodada. Antes, o time terá compromissos pela Libertadores (na próxima quinta-feira contra o Independiente del Valle-EQU, no Gigante da Pampulha) e pela Copa do Brasil (no outro domingo diante do Brasiliense, em Cariacica, no Espírito Santo, pelo duelo de volta da terceira fase).


    O JOGO                          

O Galo dominou o primeiro tempo e só não marcou mais de um gol nos 45 minutos iniciais porque o goleiro Ronaldo fez boas defesas e o time alvinegro também pecou no último passe em algumas jogadas.

Após a pressão inicial, o Atlético abriu o placar aos 13 minutos. Keno cobrou escanteio fechado, Nathan Silva desviou de cabeça e o volante Marlon Freitas tentou cortar no reflexo, mas acabou mandando contra as próprias redes.




Jair fez boa jogada pela direita e bateu cruzado, mas o goleiro Ronaldo espalmou para escanteio.

No fim do primeiro tempo, o Atlético-GO pediu pênalti quando a bola bateu na mão do zagueiro Junior Alonso dentro da área alvinegra. No entanto, o árbitro Anderson Daronco mandou o lance seguir. O VAR também não interferiu na jogada.

Keno teve a chance de ampliar em contra-ataque. O atacante avançou em velocidade do meio-campo, chegou pelo lado direito e cruzou rasteiro para o meio da área tentando encontrar Hulk, mas a defesa do Atlético-GO afastou o perigo.


Logo depois do lance, o camisa 11 caiu no gramado sentindo dores na coxa. Até voltou para o segundo tempo, mas naõ aguentou e precisou ser substituído por Ademir aos cinco minutos.

Sem Keno, quem entrou em ação foi Hulk. O atacante invadiu a área e bateu na saída do goleiro, mas o goleiro defendeu, a bola voltou na mão do jogador e foi pra fora. Era o ensaio do gol. No minuto seguinte, o camisa 7 aproveitou o rebote do chute de Nacho e bateu forte no canto para ampliar o placar e garantir a volta da vitória para o Galo no Brasileirão.

     ATLÉTICO 2 x 0 ATLÉTICO-GO      

Atlético: Everson; Guga, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan (Otávio), Jair, Zaracho (Calebe) e Nacho Fernández (Rubens); Keno (Ademir) e Hulk (Sasha). Técnico: Antonio Mohamed

Atlético-GO: Ronaldo; Hayner, Edson, Ramon Menezes e Jefferson; Marlon Freitas, Gabriel Baralhas e Edson Fernando (Luiz Fernando); Shaylon (Churín), Wellington Rato (Airton) e Léo Pereira (Lucas Lima). Técnico: Umberto Louzer

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: sábado, 14 de maio de 2022
Horário: 19h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

Gols: Marlon Freitas (contra - 13'/1º), Hulk (26’/2º)

Cartão Amarelo: Gabriel Baralhas, Léo Pereira (Atlético-GO); Nathan Silva (Atlético)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

Postar um comentário

0 Comentários