América arranca empate no fim contra o Tupi e garante vaga na semifinal do Mineiro - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

segunda-feira, 3 de abril de 2017

América arranca empate no fim contra o Tupi e garante vaga na semifinal do Mineiro


O América é o terceiro time garantido na fase semifinal do Campeonato Mineiro (Atlético e Cruzeiro já estavam classificados). A vaga foi confirmada neste domingo, com um empate suado de 1 a 1 com o Tupi, no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora. Flávio Caça-Rato marcou para o Tupi, em jogada inusitada de Jajá no primeiro tempo. O Coelho empatou somente aos 44 minutos da etapa final, com Maike.

Com o resultado, o Coelho manteve a terceira posição, agora com 18 pontos, e não pode ser superado pela Caldense, quinta colocada com 14 pontos. Resta ao América decidir se fica com a terceira ou a quarta vaga. Já o Tupi chegou a 12 pontos, sem chance de classificação.

Na última rodada da primeira fase, a ser disputada no próximo domingo, o América encara o Villa Nova, no Independência. Antes, tem um compromisso pela Primeira Liga, contra o Grêmio, quarta-feira, em Porto Alegre. Já o Tupi visitará o Uberlândia.

Jogo fraco

América e Tupi fizeram um primeiro tempo fraco tecnicamente. O Coelho manteve mais posse bola, mas não teve objetividade para atacar. Com isso, praticamente não levou perigo ao gol de Paulo Henrique. Por sua vez, o Galo de Juiz de Fora esperava o rival para sair em contra-ataque.

Aos 21 minutos, em um dos poucos ataques dos donos da casa, Ruan Teles fez jogada individual e chutou cruzado. A bola atravessou a área e encontrou Jajá, que driblou o goleiro João Ricardo e, na hora de rolar para as redes, parou em cima da linha e ficou de costas para o gol. Flávio Caça-Rato apareceu e fez o gol.

O lance gerou polêmica, pois os jogadores do América entenderam que Jajá menosprezou o clube, uma vez que ele tinha ideia de fazer o gol de calcanhar. No final do primeiro tempo, o atacante do Tupi tentou explicar a atitude: “Não quis desrespeitar o América. Eu fiquei de costa, os jogadores do América falaram que eu estava impedido, por isso eu parei. Aí o Caça-rato chegou correndo e disse que eu não estava impedido e fez o gol".

Etapa final 

O América voltou para o segundo tempo com os mesmos problemas apresentados na etapa inicial: tinha a posse de bola, mas não conseguia transformar o domínio em efetividade ofensiva. O Tupi manteve a postura defensiva e, nas poucas vezes que atacou, levou certo perigo ao gol de João Ricardo.

Somente aos 33 minutos, o América conseguiu criar um lance de perigo. Christian chutou de longe e obrigou Paulo Henrique a fazer uma bela defesa.O lance acordou o time, que quase empatou em chute de Renan Oliveira defendido pelo goleiro do Tupi.

A melhora ofensiva do América nos minutos finais foi premiada aos 44. Gerson Magrão cruzou e a bola sobrou para Mike marcar e decretar o empate.

Ficha técnica

Tupi 1x1 América

Tupi:Paulo Henrique, Jonathan, Elivelton, Edmário e Bruno Santos; Marcel, Leandro Ferreira, Ruan Teles, Jajá (Bruno Paiva, aos 21min do 2ºT) e Matheus Pato (Carlos Júnior, aos 37min do 2ºT); Flávio Caça-Rato (Rafael, aos 30min do 2ºT). Técnico: Ailton Ferraz

América: João Ricardo, Alex Silva (Marion, aos 28min do 2ºT), Messias, Rafael Lima e Auro; Juninho, Tony (Felipe Amorim, aos 19min do 2ºT), Christian e Renan Oliveira; Mike e Rubens (Gérson Magrão, no intervalo). Técnico: Enderson Moreira

Gols: Flávio Caça-Rato, aos 21min do 1ºT (TUP); Christian, aos 44min do 2ºT (AME)

Cartões amarelos: Leandro Ferreira, aos 26min, Edmário, aos 43min do 2ºT (TUP); Tony, aos 18min, Auro, aos 43min do 2ºT (AME)

Motivo: 10ª rodada do Campeonato Mineiro

Estádio: Municipal Radialista Mário Heleno, em Juiz de Fora

Data: domingo, 2 de abril de 2017

Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira (CBF)

Assistentes: Magno Arantes Lira (CBF) e Marcyano da Silva Vicente (FMF)

Pagantes: 691

Presentes: 1.115

Renda: R$ 13.140,00