Bernard critica André Figueiredo por dispensas nas categorias de base do Atlético - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Bernard critica André Figueiredo por dispensas nas categorias de base do Atlético


Questionado por parte da torcida do Atlético desde os tempos em que era o diretor das categorias de base do clube, André Figueiredo passou a ser mais bombardeado após ser promovido a o superintendente de futebol logo depois da morte de Eduardo Maluf. Além dos torcedores, desta vez, o dirigente foi alvo de críticas do meia-atacante Bernard no Twitter.

Tudo começou quando um torcedor postou uma mensagem na rede social, no fim da tarde desta quarta-feira, criticando o dirigente alvinegro. “André Figueiredo é aquele cara q se orgulha de ser diretor da base do #Galo quando revelou o @b_10duarte, mas esquece que tentou dispensá-lo 3x”.

Ao ter o perfil citado na postagem, Bernard visualizou a mensagem e retuitou acrescentando: “E em 2 oportunidades conseguiu”. Em seguida, o meia-atacante prosseguiu: “Grande parte da torcida, ou quase toda, não sabe nem da metade do que eu passei na base, mesmo assim, decidi voltar e ficar. E a partir disso, que graças a Deus as coisas encaixaram, e Deus me abençoou grandemente". 

Após começar a carreira na base do Comercial, do Barreiro, Bernard chegou às divisões inferiores do Atlético em 2006 na equipe juvenil. Passou pelos juniores e, em 2010, foi emprestado ao time profissional do Democrata, de Sete Lagoas, para a disputa do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão, quando se destacou e chamou a atenção do então técnico alvinegro, Dorival Júnior.

Durante este período é que o jogador reclama ter passado por dificuldades até conseguir se firmar a partir de 2011 na equipe principal até ser vendido, após a conquista do título da Copa Libertadores de 2013. “Mas sou grato por tudo que passei, isso me fez aumentar a vontade de vencer, e provar que seria capaz de fazer tudo que me falaram que eu não seria”, escreveu Bernard.

Negociado com o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, em agosto de 2013, por 25 milhões de euros (R$ 77 milhões na cotação da época), Bernard se tornou a maior venda da história do Atlético.

Outro lado

Em rápido contato com o repórter da Itatiaia, Cláudio Rezende, o superintendente de futebol do Atlético disse que diretor da base não dispensa jogador sozinho e que há uma reunião com o técnico, auxiliar, preparador físico da respectiva divisão inferior para decidir. Segundo André Figueiredo, Bernard foi dispensado apenas uma vez e não duas como disse o jogador.

Ainda de acordo com Figueiredo, o meia-atacante voltou ao Atlético logo depois da dispensa e que foi ele quem fez o primeiro contrato profissional com Bernard, aos 16 anos, quando o atleta ainda estava nos juniores.