Cruzeiro vence nos pênaltis, desbanca campeão Grêmio e decide Copa do Brasil com o Flamengo - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Cruzeiro vence nos pênaltis, desbanca campeão Grêmio e decide Copa do Brasil com o Flamengo



O Cruzeiro está de volta à final da Copa do Brasil. Depois de ter perdido por 1 a 0 no jogo de ida da semi, o time devolveu o placar diante do atual campeão Grêmio no Mineirão, nesta quarta-feira, e conseguiu a vaga após disputa de pênaltis. Hudson fez o gol nos 90 minutos.

Nas penalidades, Rafael Sobis, Raniel e Thiago Neves fizeram para os mandantes, que viram Robinho e Murilo pararem em Marcelo Grohe. Já os gaúchos só converteram com Fernandinho e Arthur. Edilson (trave), Everton (trave) e Luan (defesa do Fábio) perderam.

Dessa forma, os mineiros, dono de quatro taças na competição, terão a chance de se igualarem justamente ao Grêmio como maior vencedor. Para isso, precisarão superar na decisão o Flamengo, que eliminou o Botafogo também nesta quarta. A última final celeste tinha sido em 2014, quando terminou com o vice.

Vale lembrar que mineiros e cariocas decidiram o título em 2003, quando a equipe celeste sagrou-se campeã com um empate por 1 a 1 e um triunfo por 3 a 1.

Agora, o Cruzeiro voltará a campo no domingo, quando receberá o Santos no Mineirão, às 19h (de Brasília), pelo Brasileirão. O Grêmio só jogará pela Série A em 2 de setembro, em casa, contra o Sport, às 16h.Antes disso, visitará o próprio Cruzeiro, às 21h45 da próxima quarta, pelas quartas de final da Primeira Liga.

POUCA EMOÇÃO 

Em meio a um Mineirão lotado, os visitantes quase frustraram os adversários logo aos 4min, quando Barrios foi acionado por Luan e, cara a cara com Fábio, parou no goleiro. A resposta veio aos 12min com uma finalização de Thiago Neves de longa distância, com desvio, que passou perto do travessão.

Apesar das duas boas chances no começo, o jogo não empolgaria na sequência. Aos 25min, Cortez arriscou da esquerda e mandou para fora sem perigo. Sete minutos depois, Grohe defendeu sem dar rebote um cabeceio de Alisson após levantamento de Robinho. Aos 42min, o Cruzeiro teria uma ótima oportunidade com uma falta da entrada da área. Thiago Neves mandou no canto direito e viu Grohe espalmar, mantendo o placar zerado na etapa inicial.Hudson marca, e Cruzeiro leva aos pênaltis

A história do jogo mudaria drasticamente aos 7min, quando Thiago Neves cobrou escanteio na área, e Hudson subiu com liberdade para cabecear firme para o fundo da rede. O gol empolgou os donos da casa, que foram para cima e quase viraram com Raniel, que concluiu por cima do alvo aos 17min, após levantamento de Thiago Neves. Aos 31min, Arrascaeta cruzou na área, e a defesa adversária cortou para escanteio antes de Thiago Neves completar para o fundo do alvo.


Os mandantes até mostraram maior ímpeto até o fim do duelo, mas não tiveram muitas ocasiões claras para alcançar o segundo gol, que lhes dariam a classificação. O Grêmio, por sua vez, também pouco fez. Assim, a definição do finalista ficou para as penalidades.

CRUZEIRO 1 X 0 GRÊMIO 

Motivo: Jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil
Data: 23/08/2017 (quarta-feira)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes - RJ (FIFA)
Assistentes: Rodrigo F Henrique Correa - RJ e Thiago Henrique Neto Correa Farinha - RJ

Público: 55.227 presentes
Renda: R$ 1.730.781,00
Gol: Hudson aos seis minutos do segundo tempo 

Cruzeiro: Fábio; Ezequiel, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Hudson (Rafael Sóbis) e Robinho; Thiago Neves, Alisson (De Arrascaeta) e Elber (Raniel).
Técnico: Mano Menezes

Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Bressan (Bruno Rodrigo), Kannemann e Cortez; Arthur, Ramiro (Fernandinho) e Michel, Pedro Rocha, Luan e Lucas Barrios (Everton).

Técnico: Renato Gaúcho
Cartões amarelos: Diogo Barbosa, Thiago Neves (Cruzeiro), Lucas Barrios, Cortez, Edilson (Grêmio)