Após levar virada, Atlético consegue arrancar empate Bahia e fica estacionado na tabela - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

domingo, 12 de novembro de 2017

Após levar virada, Atlético consegue arrancar empate Bahia e fica estacionado na tabela

Sem poder contar com seis titulares, o Atlético entrou em campo desfigurado neste domingo contra o Bahia, em Salvador, no duelo direto na luta por uma vaga na Copa Libertadores do ano que vem.

 Após sair na frente logo no começo do jogo, o Galo não segurou a pressão, levou a virada no segundo tempo, mas teve forças para buscar o empate por 2 a 2, na Fonte Nova, em confronto válido pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Robinho foi o nome do Atlético. O camisa 7 abriu o placar logo aos quatro minutos e marcou o gol de empate do Galo na etapa final. 

Mas o jogo foi marcado por polêmica de arbitragem. Após empatar aos nove minutos do segundo tempo em cobrança de pênalti de Edigar Junio, o Bahia virou aos 18 novamente com o atacante que apareceu livre na segunda trave e desviou para as redes. Mas o assistente não correu para o meio-campo, indicando que o lance era irregular porque um dos jogadores que participou da jogada estava impedido. No entanto, depois de se reunir com o árbitro, o gol da virada do Tricolor foi confirmado.

O resultado acabou sendo ruim para as duas equipes que buscavam se aproximar do Flamengo, último integrante do G7, que perdeu na rodada e ficou com 50 pontos. O Atlético permanece na 10ª posição, com 46 pontos, mesma pontuação do Bahia, que está logo à frente, em nono, por ter melhor saldo de gols.

Na próxima rodada, o Atlético segue longe de Belo Horizonte. De Salvador, o time alvinegro vai para o Rio de Janeiro, onde enfrenta o Vasco, na quarta-feira, às 21h45, em São Januário. Será outro confronto direto por uma vaga na Libertadores. Já o Bahia segue em casa para encarar o Santos, na quinta, às 21h, na Fonte Nova.

  • BAHIA X ATLÉTICO

Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Renê Júnior, Juninho, Allione (Régis) e Zé Rafael (Vinícius); Mendoza e Edigar Junio. Técnico: Paulo César Carpegiani

Atlético: Victor; Bremer, Matheus Mancini, Roger Bernardo e Fábio Santos; Yago (Marlone), Elias, Otero (Luan), Valdívia (Gustavo Blanco) e Robinho; Rafael Moura. Técnico: Oswaldo de Oliveira

Motivo: 34ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e horário: 12 de novembro de 2017, domingo, às 18h
Local: Estádio Fonte Nova, em Salvador (BA)

Gols: Robinho (4’/1ºT, 28’/2ºT), Edigar Junio (pênalti – 9’/2ºT, 18’/2ºT)

Cartão Amarelo: Matheus Mancini, Valdívia, Otero, Luan (Atlético); Zé Rafael (Bahia)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)
Auxiliares: Daniel Paulo Ziolli (CBF-SP) e Tatiane Sacilotti Camargo (Fifa-SP)
Adicionais: Rodrigo Guarizo do Amaral (CBF-SP) e Vinicius Furlan (CBF-SP)