CRUZEIRO NEGA PRESSÃO DE INVESTIDORES PARA VENDER DEDÉ - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

CRUZEIRO NEGA PRESSÃO DE INVESTIDORES PARA VENDER DEDÉ


O Cruzeiro emitiu nota oficial nesta quarta-feira para garantir que não irá negociar Dedé com o Flamengo. O clube celeste divulgou o comunicado após o portal Globoesporte.com divulgar que a Raposa estaria sofrendo pressão dos investidores para vender o zagueiro ao clube carioca por cerca de R$ 35 milhões. O negócio envolveria ainda o perdão da dívida pela compra de Mancuello.

No comunicado, o Cruzeiro garantiu que Dedé estará na reapresentação do elenco, nesta quinta-feira, na Toca II. O clube informou ainda que a multa contratual foi elevada para R$ 330 milhões em caso de transferência para uma equipe brasileira ou do exterior. Antes, o valor para tirar o jogador da Raposa estava estipulado em R$ 160 milhões.

Em 2013, o Cruzeiro contou com ajuda de investidores para comprar Dedé do Vasco por R$ 14 milhões. Assim, o zagueiro tornou-se a contratação mais cara da história da Raposa. Na época, terceiros ainda podiam ter participação nos direitos econômicos de atletas, o que foi vetado pela Fifa a partir de maio de 2015.

O clube celeste não tem participação nos direitos econômicos do zagueiro, que são divididos entre o fundo de investimentos DIS (51,91%), a GT Sports Assessoria (6,5%), Marcus Vinicius Sanchez Secundino, um dos proprietários da empresa farmacêutica EMS (30,5%) e o empresário Giscard Salton (11,09%). As porcentagens foram divulgadas à imprensa pelo vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado. Desta forma, em caso de venda, o Cruzeiro ficaria com 20% do valor pela ‘taxa de vitrine’.

No entanto, o Cruzeiro alega que como a entidade máxima do futebol não reconhece mais a participação de empresários em contratos renovados após maio de 2015, os investidores não teriam mais poder para pressionar o clube para a venda de Dedé, que teve o atual vínculo, que vai até em dezembro de 2021, estendido pela Raposa em agosto de 2018.

Confira a íntegra da nota divulgada pelo Cruzeiro:

Dedé estará na Toca II nesta quinta, na reapresentação da equipe para a pré-temporada

Em razão das inúmeras matérias veiculadas em sites esportivos, o Cruzeiro Esporte Clube vem a público dar uma resposta à sua imensa torcida sobre a situação de Dedé. O zagueiro, que tem contrato até o dia 31 de dezembro de 2021, se reapresenta nesta quinta-feira, na Toca da Raposa 2, para início da pré-temporada do Clube.

Ao contrário de notícia veiculada pelo site globoesporte.com, não há nenhuma negociação em andamento envolvendo a transferência do jogador. Há cerca de 15 dias, o Cruzeiro informou ao Flamengo que não tem interesse em negociar o defensor, que teve sua multa contratual reajustada para R$ 330 milhões para transferência nacional e internacional.

O Clube esclarece ainda que não vem recebendo pressão de investidores para a liberação do atleta, uma vez que a FIFA, por meio da Circular no. 1464, inseriu no Regulation on The Status and Transfer of Players (RSTP) de 2015 o artigo 18 ter, vetando, a partir de 1 de maio de 2015, a participação de terceiros nos direitos econômicos dos atletas de futebol. A entidade máxima do futebol não mais reconhece esta participação em contratos renovados após essa data, como é o caso de Dedé.