DE VIRADA CRUZEIRO VENCE O TUPYNAMBÁS E ASSUME A LIDERANÇA DO MINEIRO - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2020

DE VIRADA CRUZEIRO VENCE O TUPYNAMBÁS E ASSUME A LIDERANÇA DO MINEIRO



Em noite marcada por várias estreias, o Cruzeiro mostrou poder de reação e venceu o Tupynambás por 4 a 2, de virada, neste domingo, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG). O duelo foi válido pela 4ª rodada do Campeonato Mineiro 2020.

Os donos da casa marcaram seus gols no primeiro tempo, com Graffite e Fabinho Alves. Já o Maior de Minas foi avassalador na segunda etapa, quando anotou quatro tentos, sendo dois de Edilson, um de Maurício e outro de Jhonata Robert.

Com esse triunfo, o Clube Azul chegou à marca de nove pontos e assumiu a liderança isolada do Mineiro, mesmo estando com um jogo a menos em relação ao segundo colocado.

O próximo compromisso da Raposa pelo certame estadual será no domingo, dia 9, contra o América-MG, às 16h, no Mineirão. Antes disso, os comandados de Adilson Batista farão jogo-treino diante do Democrata-SL, às 16h de terça-feira, na Toca da Raposa II.

      O JOGO                                                 

A partida em Juiz de Fora começou movimentada. Com menos de um minuto, os donos da casa conseguiram escanteio pelo lado esquerdo, que foi cobrado por Lúcio. Fabinho Alves cabeceou na primeira trave, sobre a meta estrelada.

Aos quatro minutos saiu o primeiro gol da noite. Graffite pegou a sobra, se livrou da marcação e, de fora da área, acertou o ângulo esquerdo de Fábio, que se esticou todo, mas não conseguiu evitar a abertura do placar. Tupynambás 1 x 0.

No lance seguinte, o mesmo Graffite quase marcou contra. Após boa jogada do ataque celeste pela ponta direita, a bola cruzou a área e, ao tentar afastar, o lateral direito da equipe adversária acabou acertando o travessão de sua própria agremiação.

O segundo gol da equipe mandante aconteceu aos 12 minutos. Depois de um chutão, Fabinho Alves ganhou da marcação, avançou e tocou na saída Fábio. Tupynambás 2 x 0.

A resposta cruzeirense veio aos 15 minutos. Maurício recebeu ótimo lançamento e finalizou dentro da grande área, mas Gabriel Bottan desviou para escanteio e evitou o gol do camisa 11.

Desde então o Cruzeiro deteve a posse da bola na maior parte do tempo e tentou diminuir a desvantagem. Aos 32 minutos Edilson foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para Maurício, que chutou de primeira, para fora, levando perigo para a meta do Tupynambás.

Já no fim da primeira etapa, o Maior de Minas criou mais duas chances. A primeira com Jhonata Robert, que recebeu de Everton Felipe e arrematou para boa defesa de Gabriel Bottan. A segunda ocorreu aos 46, com Edilson, que finalizou para fora, após bom passe de Jadsom.

    ETAPA FINAL                                            

O segundo tempo começou com a mesma tônica que terminou o primeiro. Logo aos quatro minutos, Roberson deu ótima assistência de letra para Maurício, que invadiu a grande área e chutou com muita força, mas sobre o gol.

Fazendo-se presente no campo ofensivo, o Cruzeiro chegou outra vez aos 11 minutos. Filipe Machado passou pelo marcador e finalizou de muito longe, obrigando o goleiro rival a espalmar para escanteio.

Logo depois, aos 14, João Lucas levantou na medida para Roberson, que desviou de cabeça e viu a bola bater caprichosamente na trave esquerda. No rebote, Jadsom acabou errando o alvo.

Com tanta pressão, finalmente os comandados de Adilson Batista conseguiram balançar as redes. Aos 21 minutos, Jhonata Robert sofreu falta perto da entrada da área, pelo lado esquerdo. Edilson foi para a bola e deslocou o arqueiro do Tupynambás, batendo com categoria, acima da barreira. Cruzeiro 1 x 2.

O empate quase veio aos 25 minutos. Jhonata Robert fez boa jogada individual e lançou Roberson, que ajeitou de cabeça para Maurício. O meia passou pelos adversários e chutou, mas a bola desviou em Gabriel Bottan e foi para linha de fundo.

Aos 30 minutos, Roberson tentou passe pelo meio, mas a bola foi interceptada pelo braço de Graffite. O árbitro Ronei Candido Alves assinalou o pênalti e, na cobrança, Edilson não deu chances para o goleiro, batendo forte no canto direito. Cruzeiro 2 x 2.

A virada veio aos 36 minutos, quando Roberson deu um chapéu no marcador e acionou Maurício que, de primeira, finalizou com muita qualidade, no canto direito. Cruzeiro 3 x 2.

O camisa 11 celeste estava inspirado e apareceu de novo aos 43 minutos, quando fez linda jogada individual e cruzou na medida para Jhonata Robert. O atacante, quase debaixo do travessão, só teve o trabalho de mandar a bola para o fundo da rede. Cruzeiro 4 x 2.

Aos 50 minutos, Judivan passou por vários marcadores, inclusive pelo goleiro, mas se desequilibrou e finalizou para fora.

            TUPYNAMBÁS 2 X 4 CRUZEIRO         

Motivo: 4ª rodada do Campeonato Mineiro
Data: 02/02/2020 – Domingo
Local: Estádio Municipal Radialista Mário Helênio

Árbitro: Ronei Candido Alves
Gols: Graffite, aos 4, e Fabinho Alves, aos 12 min do 1º T; Edilson, aos 21 e aos 32, Maurício, aos 36, e Jhonata Robert, aos 43 min do 2º T.

Tupynambás: Gabriel Bottan; Graffite, Adriano, Sílvio e Lúcio; Léo Salino (Sávio), Fabinho Alves, Albert e Renan (Michel Benhami); Yago Caju e Ygor (Gabriel Sá).
Técnico: Zé Luís Peixoto

Cruzeiro: Fábio; Edilson, Léo, Cacá (Arthur) e João Lucas; Jadsom (Judivan), Filipe Machado, Maurício, Jhonata Robert e Everton Felipe (Pedro Bicalho); Roberson.
Técnico: Adilson Batista