Em noite de Ábila, Maior de Minas vence e garante a classificação - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Em noite de Ábila, Maior de Minas vence e garante a classificação




Ramón Ábila está impossível! Após marcar os dois gols da vitória sobre o Tricordiano, o camisa 9 celeste anotou mais um doblete e determinou o triunfo por 2 a 0 em cima da Chapecoense, garantindo a classificação antecipada do Maior de Minas para a próxima fase da Copa da Primeira Liga, em partida disputada na noite desta quinta-feira, no Mineirão.

Outros destaques ficaram por conta de Elber, que completou seu centésimo jogo com a camisa estrelada, Lucas Silva e Fabrício, que fizeram suas reestreias pelo Clube.

A noite também foi de homenagens à Chapecoense, que recebeu uma placa da diretoria celeste e uma faixa de apoio em nome da maior torcida de Minas Gerais.

O jogo

Os minutos iniciais foram mornos no Gigante da Pampulha. Tomando as ações da partida, o Cruzeiro teve sua primeira chances aos 19 minutos. Rafinha descolou grande passe para Bryan, em profundidade. O camisa 17 cruzou caprichosamente para Ábila, que desviou com perigo à esquerda do gol adversário.

Aos 22, Rafinha novamente fez jogada de perigo pela esquerda e arriscou da entrada da área. O chute rasteiro foi interceptado pelo goleiro Tiepo, que mandou a bola para a linha de fundo.

A dupla Rafinha e Bryan construiu mais uma boa jogada pela esquerda. Após tabela, o camisa 70 avançou para dentro da área e foi derrubado por Wesley Natã. Na cobrança da penalidade, Ramón Ábila bateu com força, no canto, e abriu o placar: 1 a 0, aos 37 minutos da etapa inicial.

Controlando as ações desde o início, o Cruzeiro administrou a vitória parcial na primeira parte do jogo.

Segundo tempo

Aos 3 minutos da segunda etapa, Alex fez belo lançamento para Elber, que tocou na saída do goleiro. Em cima da linha, o zagueiro Hiago salvou a Chapecoense.

Dois minutos depois, foi a vez de Mayke fazer grande jogada. O lateral direito estrelado ganhou disputa de bola na entrada da área e arriscou arremate rasteiro. Tiepo, atento, fez bela defesa e mandou para escanteio.

Aos 7 minutos, pintura no Mineirão. Elber acionou Ramón Ábila no meio da zaga adversário. O atacante argentino percebeu o arqueiro adversário adiantado e tocou por cobertura, marcando um golaço!

O time catarinense esboçou uma reação aos 12. Perotti chutou colocado da entrada da área, exigindo grande defesa de Rafael. No rebote, Lourency chutou por cima do gol.

Sidnei Lobo promoveu mudanças na equipe em um curto intervalo de tempo. Fabrício assumiu a lateral esquerda no lugar de Bryan, enquanto Lucas Silva entrou no posto de Hudson, fazendo sua reestreia com o manto estrelado. A última alteração foi a entrada do uruguaio De Arrascaeta em lugar de Alex.

De volta ao Mineirão, Lucas Silva quase fez um golaço. O Diamante Azul arrancou pela direita, tentou o cruzamento, mas a bola quase encobriu o goleiro da intermediária. Tiepo se esforçou e evitou o que seria mais um belo gol.

Aos 41, bela jogada do ataque celeste. Elber limpou o lance e fintou o adversário na linha de fundo e rolou para Mayke. O camisa 22 fez um corta-luz para que a bola chegasse até Rafinha, que chutou para o gol, mas foi bloqueado pela defesa.

Nos acréscimos, Mayke arriscou forte chute de fora da área que, mais uma vez, parou nas mãos do goleiro Tiepo. Na sobra, Rafinha limpou a jogada e chutou para nova defesa do arqueiro adversário. Foi a última chance celeste na partida, que terminou em 2 a 0 para o Time do Povo, líder do Grupo C da Copa da Primeira Liga e já classificado para a próxima fase da competição.

CRUZEIRO 2 x 0 CHAPECOENSE
Motivo: 2ª rodada da Copa da Primeira Liga
Data: 09/02/2017, quinta-feira
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Daniel Nobre Bins - RS
Público pagante: 4.834
Público presente: 7.057
Renda: R$ 98.177,00
Gols: Ramón Ábila, aos 37 minutos do primeiro tempo e aos 7 minutos do segundo tempo

Cruzeiro x Chapecoense

Cruzeiro: Rafael; Mayke, Manoel, Kunty Caicedo e Bryan (Fabrício); Hudson (Lucas Silva), Lucas Romero, Alex (De Arrascaeta), Rafinha e Elber; Ramón Ábila. Técnico: Sidnei Lobo
Chapecoense: Tiepo; Lucas Marques, Hiago, Vinícius Guarapuava e Gabriel Buzanelo; Scalon (Ronei), Lucas Mineiro e Bryan (Lima); Lourency, Perotti e Wesley Natã (Japa). Técnico: Emerson Cris
Cartões amarelos: Lucas Romero (Cruzeiro); Scalon, Wesley Natã (Chapecoense)