Professores da rede estadual mantêm greve e novos protestos contra a reforma da Previdência - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

quarta-feira, 29 de março de 2017

Professores da rede estadual mantêm greve e novos protestos contra a reforma da Previdência


Em dia de protesto contra a proposta de reforma da Previdência do Governo Temer, nessa terça-feira, professores e profissionais da educação de Minas Gerais decidiram manter a greve na rede estadual. “Se essa reforma passar, não vou me aposentar. Mas se o povo se unir, a reforça vai cair e o Temer vai sair”, gritaram os professores nas ruas de Belo Horizonte. 

Entre dez e quinze mil pessoas participaram da manifestação. Eles saíram da Praça da Assembleia, no Bairro Santo Agostinho, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, e foram em passeata até a Praça Sete, no Centro.

“Minas Gerais continua em greve contra a reforma da Previdência, que é contra a PEC 287, em uma agenda nacional que faz parte de uma greve nacional da educação. Aqui, no caso do Estado, é para que o governo de Minas cumpra o acordo assinado em 2015, que tem um processo gradativo para se chegar ao valor do piso e o governo, a partir deste ano, ainda não cumpriu”, disse Beatriz Cerqueira, coordenadora-geral do Sindiute. 

Os professores da rede estadual estão em greve desde o último dia 15. Já Já os profissionais da rede municipal de Belo Horizonte decidiram retomar as aulas a partir da próxima segunda-feira. Novos protestos estão programados para a próxima sexta-feira, a partir das 17h, na área Central de BH.