CRUZEIRO VENCE O BOTAFOGO-SP POR 2 A 1, NO MINEIRÃO, PELA ESTREIA DA SÉRIE B DO CAMPEONATO BRASILEIRO - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

sábado, 8 de agosto de 2020

CRUZEIRO VENCE O BOTAFOGO-SP POR 2 A 1, NO MINEIRÃO, PELA ESTREIA DA SÉRIE B DO CAMPEONATO BRASILEIRO


O Cruzeiro estreou com o pé direito na Série B do Campeonato Brasileiro. Atuando no Mineirão, em Belo Horizonte, a Raposa mostrou força e poder de reação para superar o Botafogo-SP, por 2 a 1.

Os gols do Maior de Minas foram marcados por Cacá e Jean, enquanto Wellington Tanque balançou a rede para a agremiação paulista. Todos os tentos foram anotados na etapa complementar da partida

Sem tempo para descansar, o elenco celeste já se reapresenta na manhã deste domingo, quando treina às 9h na Toca da Raposa II. O próximo adversário no certame nacional será o Guarani-SP, às 20h30 de terça-feira, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP).

   PRIMEIRO TEMPO                           
  
Jogando em seus domínios, a Raposa começou o duelo pressionando o adversário. A primeira grande chance aconteceu logo aos quatro minutos, quando Raúl Cáceres foi na linha de fundo e cruzou rasteiro para Mauricio, que finalizou de primeira, levando muito perigo para a meta botafoguense.

A resposta dos comandados de Claudinei Oliveira veio aos 10 minutos, quando Naldo arriscou de fora da área e acertou o ângulo. Fábio estava atento no lance e se esticou todo para fazer uma linda defesa, espalmando para escanteio.

Aos 22 minutos, Marcelo Moreno usou toda a sua qualidade para chutar de longe, mesmo sem muito espaço, assustando o goleiro Darley, que precisou se esforçar para evitar o primeiro gol da noite.

Nos momentos seguintes do primeiro tempo, o Cruzeiro continuou criando algumas chances. Aos 43, Mauricio pegou sobra da zaga e finalizou de canhota, na entrada da área, mas a bola desviou no defensor e saiu pela linha de fundo.



   SEGUNDO TEMPO                            
 
A etapa complementar começou no mesmo ritmo da primeira, com a Raposa tomando a iniciativa e se lançando para o campo de ataque. Do outro lado, o Botafogo se defendia de todas as maneiras, tentando bloquear a criação ofensiva da equipe celeste.

Muito participativo na partida, Mauricio apareceu outra vez aos 12 minutos, quando aproveitou rebote da defesa e arriscou de canhota, no canto direito de Darley, que novamente espalmou para o lado.

Depois de tanto insistir, o Maior de Minas finalmente conseguiu abrir o placar. Aos 17 minutos, Raúl Cáceres demonstrou tranquilidade e categoria para lançar a bola na cabeça de Cacá, que concluiu sem nenhuma chance para o goleiro adversário. Cruzeiro 1 x 0.

Aos 39 minutos, a agremiação estrelada chegou com perigo por duas vezes, com o atacante Thiago. A resposta dos paulistas aconteceu no minuto seguinte, quando Ferreira cabeceou, Fábio fez ótima defesa, mas Wellington Tanque pegou o rebote e mandou para rede. Botafogo-SP 1 x 1.

Com sede de vitória, o Cabuloso não demorou para reagir. Aos 42 minutos, Welinton, que havia entrado no lugar de Stênio, fez excelente jogada individual pelo lado esquerdo e tocou na medida para Jean. Na entrada da área, o volante chutou forte, no canto direito, deixando o Clube Azul outra vez na frente no placar e dando números finais ao duelo. Cruzeiro 2 x 1.

   CRUZEIRO 2 X 1 BOTAFOGO-SP      

Motivo: 1ª rodada do Campeonato Brasileiro – Série B
Data: 08/08/2020 (sábado)

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado

Gols: Cacá (Cruzeiro), aos 17 min do 2ºT; Wellington Tanque (Botafogo-SP), aos 40 min do 2ºT; Jean (

Cruzeiro), aos 42 min do 2ºT.
Cruzeiro: Fábio; Raúl Cáceres, Léo, Cacá e Giovanni (João Lucas); Ariel Cabral, Jadsom, Mauricio (Jean) e Régis (Claudinho); Stênio (Welinton) e Marcelo Moreno (Thiago)
Técnico: Enderson Moreira

Botafogo-SP: Darley; Val (Jonata Felipe), Róbson, Jordan e Gilson (Guilherme Romão); Naldo (Ferreira), Victor Bolt e Matheus Anjos (Gustavo Henrique); Ronald, Rafinha (Luketa) e Wellington Tanque.
Técnico: Claudinei Oliveira

Cartões amarelos: Ariel Cabral (Cruzeiro); Naldo e Ronald (Botafogo-SP)