ATLÉTICO SUPERA O BAHIA, PELO BRASILEIRÃO COM UMA VITÓRIA MAGRA DE 1X0 - CLUB SPORTS | O SEU CANAL DE ESPORTES


 

Breaking

 ASSISTIR AGORA!

domingo, 18 de novembro de 2018

ATLÉTICO SUPERA O BAHIA, PELO BRASILEIRÃO COM UMA VITÓRIA MAGRA DE 1X0


Em jogo marcado por tempos distintos e grande atuação de Cazares, o Atlético venceu o Bahia por 1 a 0 neste sábado, na Arena Independência, em Belo Horizonte, em jogo válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol foi marcado aos 5 minutos do 2º tempo pelo equatoriano. Com o resultado, o Galo permanece na 6º colocação, agora com 53 pontos. Já o Bahia está em 10º lugar, com 44 pontos. 

Sabendo da importância de conquistar uma vitória para continuar no G6 do Campeonato Brasileiro, já que a vitória do Atlético-PR sobre a Vitória havia tirado o alvinegro da 6° colocação, o Atlético iniciou a partida tentando exercer pressão sobre o Bahia. Já a equipe visitante apostava nos erros do alvinegro para criar suas principais jogadas, em contra-ataques. Se no primeiro tempo reinou um clima de jogo morno entre as duas equipes, a etapa complementar foi marcada por forte emoção para os torcedores atleticanos.

Logo no início, Cazares fez um golaço no ângulo, após receber passe de Chará.  Após o gol, que poderia encaminhar uma vitória tranquila do Atlético, Fábio Santos foi expulso e deixou a partida dramática. 

Os alvinegros voltam a campo na quarta-feira (21), às 19h30, quando visita o Internacional, no Beira-Rio. Os baianos recebem o Fluminense na quinta-feira (22), às 21h, na Fonte Nova.

       O JOGO                        

O Atlético iniciou a partida tentando exercer pressão. Logo aos 10 minutos, o time teve sua primeira chance de abrir o marcador. O lance foi marcado pela tabela entre Fábio Santos, Cazares e Chará e resultou na finalização do colombiano. O goleiro adversário espalmou e mandou a bola para a linha de fundo.

O Bahia, por sua vez, apostava nos erros do alvinegro para criar as jogadas de contra-ataque e, aos 16 minutos, teve a primeira chegada ofensiva, mas sem dificuldades para o goleiro Victor, que fez a defesa. 

ALÉTICO X BAHIA

Apesar do controle das ações da partida, o Atlético esbarrava na falta de criatividade e as oportunidades surgiam em jogadas individuais. O centroavante Ricardo Oliveira, aos 23 minutos, quase marcou após dar um belo corte na marcação e chutar para o gol. A finalização, no entanto, foi na direção do goleiro Douglas, que não teve dificuldades para defender. 

Outra importante jogada do Atlético ocorreu aos 37’. O zagueiro Maidana teve chance de abrir o placar, mas cabeceou a bola por cima da meta adversária. 

A posse de bola do Atlético chegou a ser de mais de 60%. Mas sem muita efetividade, a equipe foi para o vestiário ao final do primeiro tempo ouvindo um misto de vaias, aplausos e pedidos de “raça”. 

No segundo tempo, aos cinco minutos, Cazares marcou um golaço. Após receber passe de Chará, dominou e chutou no ângulo esquerdo, sem chances para o goleiro Douglas. 

O jogo, que se encaminhava para uma vitória com maior tranquilidade do Atlético, tornou-se dramático após Fábio Santos levar o segundo amarelo em um lance isolado e ser expulso. O lateral já havia sido advertido aos 45’ do primeiro tempo, após frear uma tentativa de ataque da equipe baiana.

O técnico Levir Culpi, então, foi obrigado a sacar o atacante Ricardo Oliveira e colocar o zagueiro Gabriel. Com a alteração, Patric foi deslocado para a lateral esquerda, enquanto Gabriel atuou no lado direito da defesa alvinegra. 

Aos 24’, o Atlético teve oportunidade de ampliar o placar. Cazares, em um grande lançamento, deixou Chará na área do Bahia em condições de marcar. O colombiano foi desarmado pela defesa do Bahia. Em outra jogada de brilho, Cazares, aos 30’, cobrou escanteio e quase fez gol olímpico.

O Bahia foi para o tudo ou nada. Tirou o zagueiro Jackson para a entrada do meia-ofensivo Allione. Aos 36’, Edgar Júnior subiu mais alto do que o Galdezani e Victor foi obrigado a fazer uma defesa espetacular no lance.

Nos minutos finais, o clima ficou acalorado, com ânimos acirrados para os dois lados. Melhor para o Atlético, que soube usar a situação a seu favor e garantir a vitória diante do seu torcedor.

                   ATLÉTICO 1 X 0 BAHIA              

Atlético: Victor; Patric, Leonardo Silva, Iago Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias, Luan (Matheus Galdezani) , Cazares (David Terans) e Chará; Ricardo Oliveira (Gabriel). Técnico: Levir Culpi

Bahia: Douglas Friedrich; Bruno, Tiago, Jackson (Allione) e Paulinho; Nilton (Vinícius), Gregore, Flávio, Ramires (Gilberto) e Élber; Edigar Junio. Técnico: Enderson Moreira

Gols - Cazares (5'/2º)

Cartões amarelos - Fábio Santos (45'/1º), Adilson (38'/2º), Elias (45'/2º) | Nilton (3'/2º) e Vinícius (19'/2º) e Élber (29'/2º)
Cartão vermelho - Fábio Santos (7'/2º) 

Motivo: 35ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data: 17 de novembro de 2018, sábado, às 21h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)

RENDA - R$ 112.493,00
PÚBLICO - 17.313 torcedores

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Adicionais: Ilbert Estevam da Silva (SP) e Rodrigo Gomes Paes Domingues (SP)